Novelas

“O Sétimo Guardião” pode ser cancelada

Prevista para ir ao ar em meados de maio do ano que vem, “O Sétimo Guardião” pode ter o mesmo destino da trama de Duca Rachid e Thelma Guedes e ser cancelada. Diferente de “O Outro Homem”, o enredo de Aguinaldo Silva pode não sair nem do papel em virtude de uma polêmica envolvendo o dramaturgo e alunos que participaram da oficina de roteiristas comandada por ele em 2015.

Ao saber do assunto noticiado pela mídia, a cúpula da Globo resolveu acionar uma reunião com o autor para tratar do assunto. Os atores escalados para o folhetim que substituiria “O Outro Lado do Paraíso” já teriam sido avisados sobre o cancelamento, mas não foram permitidos de se pronunciar, enquanto Aguinaldo teria tomado a decisão de escrever uma nova trama diante da repercussão do caso.

Diante de tudo isso, Manuela Dias, que recentemente teve a sinopse de sua primeira novela aprovada para ir ao ar no horário nobre, pode ‘furar a fila’, e Aguinaldo viria após João Emanuel Carneiro, que está escrevendo sua nova produção que estreia no segundo semestre de 2018.

Veja também:

Na manhã desta quarta (21), Silva publicou em suas redes sociais um vídeo mostrando a tela do seu computador onde aparece um texto que diz: “São 7 horas da manhã, o que será que estou escrevendo agora? Que novidades é essa que está saindo do meu forno? O escritor não pode parar. Vamos em frente então.”

Procurada, a Globo se pronunciou: “Não temos nenhum envolvimento com o curso nem com os alunos. E esse documento não é da Globo. Aguinaldo Silva tem a responsabilidade de entregar uma obra original para a emissora e garantir que não haja dúvidas a esse respeito.”

Aguinaldo Silva é o autor de “O Sétimo Guardião” (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar