Noticia, Novelas, O Sétimo Guardião

O Sétimo Guardião: Pai de Luz é revelado e traz surpresa para a mocinha

No capítulo deste sábado (27) em O Sétimo Guardião, Luz (Marina Ruy Barbosa) descobrirá que o seu pai se chamava Luís Carlos Góes. Ele era um misterioso caminhoneiro que perdeu seu único bem no jogo e, dai em diante, passou a infernizar a vida de sua mãe grávida. A grande revelação de que foi sequestrada e abandonada pelo próprio pai deixará a ruiva chocada.

Transtornada ao saber que Ondina (Ana Beatriz Nogueira) é a sua mãe, Luz ficará trancada e não irá falar com a cafetina. O alcoolismo e traição serão a justificativa da guardiã para expulsar o pai de Luz de casa. Ele resolve se vingar de Ondina e acaba sequestrando a sua própria filha e abandonando a criança no meio da mata durante uma tempestade. A pequena Luz estava enrolada a uma camisa que tinha suas iniciais bordadas: LCG (Luís Carlos Góes).

O bordado foi reconhecido pela cafetina, dando a confirmação para Sóstenes (Marcos Caruso) de que ela é mesmo a mãe de sua neta de criação. Ondina ficará fora do quarto da ruiva se explicando até que a jovem abrirá a porta. Então, ela revelará que engravidou e não conhecia muito o marido, um caminhoneiro atlético e muito sedutor. “Luís Carlos Góes?”, questionará Luz. “Sim, era esse o nome do seu pai”, dirá a guardiã.

Veja também:

“Você nunca mais teve notícias dele?”, perguntará a ruiva. “Não, desde o dia em que ele roubou você de mim e sumiu no mundo…”, contará a dona do bordel. “Mas… o que pode ter acontecido pra ele me deixar no mato, no meio de uma tempestade? Você acha que a intenção dele, quando me tirou de casa, já era essa?”, questionará a garota. “Sinceramente? Não. Apesar de toda raiva, de toda mágoa que sinto até hoje, acho que Luis Carlos não sabia direito o que estava fazendo. Quis me atingir, depois que botei ele na rua, e usou você pra conseguir isso”, continuará Ondina. “Mas antes dessa loucura, de me abandonar bebê, desamparada, sozinha ele, pelo menos, fingia gostar de mim?”, perguntará Luz.

“Quando estava sóbrio brincava com você, fazia carinho, todas essas coisas normais. Mas quando bebia… Aí, não gostava nem dele mesmo… E odiava o resto do mundo”, afirmará Ondina. “Que tipo de pessoa deixa uma filha bebê assim, desprotegida, no meio do nada? Isso não é um pai, é um monstro”, gritará Luz. Depois de muito choro e algumas perguntas respondidas, Luz abraçará a mãe, emocionada, dizendo que foi órfã por 22 anos e que saber que ela é sua mãe é um grande presente. A cena irá ao ar em O Sétimo Guardião antes da morte Ondina pelo serial killer.

Pai de Luz a abandonando em uma cena de O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar