Novelas, O Outro Lado do Paraíso

O Outro Lado do Paraíso: Gael molestará Clara

O sofrimento que Clara (Bianca Bin) enfrentará ao lado de Gael (Sergio Guizé) se intensificará em O Outro Lado do Paraíso. Nem mesmo na noite de núpcias ela será poupada das grosserias dele, que justificará tudo afirmando que é “amor”. Nos próximos capítulos da trama de Walcyr Carrasco, ele beijará a mulher à força: “Você é minha. Minha“.

Ao tentar se afastar, Clara é puxada agressivamente pelo braço. “Eu te amo“, dirá Gael. “Estou com medo“, reagirá a moça, que será ordenada pelo filho de Sophia (Marieta Severo): “Cala a boca“. O dia passará e deixará a entender para todo o público que os dois foram para a cama. “Fui bruto, não fui? Me perdoa. Eu te amo muito. Te desejava tanto, tanto que não consegui ter calma. Ser carinhoso como merecia. Foi o excesso de amor“, se desculpará Gael. “Eu sonhava com uma noite linda. Pensei que ia ser de outro jeito“, lamentará Clara.

Sérgio Guizé faz análise sobre papel de O Outro Lado do Paraíso

Após viver protagonistas em seus últimos trabalhos, Sérgio Guizé interpretará seu primeiro vilão da carreira, encarnando Gael de Aguiar em O Outro Lado do Paraíso, nova novela das nove da Globo que estreia nesta segunda-feira, 23 de outubro. Em entrevista ao UOL, o ator deu detalhes do papel.

“Ele é de uma família muita rica de Palmas, um herdeiro de uma família de mulheres que o criaram para ser o homem da casa, mas na verdade é um filhinho de papai sem papai, e apronta muito com o dinheiro da família”, adianta ele, que na trama, se apaixona por Bianca Bin, se tornando um rapaz possessivo e violento após o casamento diante dos seus ciúmes sobre a mocinha.

Veja também:

Filho de Sophia, a grande antagonista da história, que é vivida por Marieta Severo, Gael é manipulado pela própria mãe, acredita Sérgio. “A mãe é muito sofisticada na vilania, e os filhos são manipulados por ela, que tem muita ganancia de poder. Ela é um tipo de mulher que faz de tudo para estar no poder, no topo da pirâmide, se é que existe esse tipo de hierarquia. Os filhos não percebem.”

Trabalhando com Walcyr Carrasco pela segunda vez – a primeira foi com Êta Mundo Bom! (2016) -, o global comemora a repetição da parceria com o dramaturgo. “Eu acho que o bacana é que eu confio no trabalho dele e ele no meu, por isso me chamou. Vou lendo e ficando surpreso, às vezes até me esqueço que era ele quem tinha escrito o Candinho [seu personagem da novela das seis], analisa ele.

Sérgio Guizé e Bianca Bin (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar