Opinião

O excesso de realites culinários na TV Brasileira pode ser o estopim para o fracasso

Já notaram o tanto de realites culinários que foram ao ar em 2015 na TV Brasileira? Na Record: Batalha dos Confeiteiros Brasil, Na Band: MasterChef Brasil/MasterChef Júnior, No SBT: Bake Of Brasil – Mão Na Massa, Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão. Às terças, às quartas, aos sábados e nas redes sociais, os realites culinários tomaram conta do país no ano de 2015, e isso não é bom.

Em 2016 os realites prometem voltar com toda a força nas telinhas e prometem repercutir muito nas redes sociais, assim como foi neste último ano, mas será que vai ser sempre assim? Na Band já há um programa voltado à culinária, o SBT “tem” um programa ‘destinado ao churrasco’ e na Globo, no “Mais Você”, a culinária é bastante tratada, então é possível explicitar o perigo que é o excesso de culinária na TV Brasileira.

Até repetir “culinária” demais fica cansativo à leitura, assim como qualquer outra palavra, e dessa maneira é na TV. O excesso de comida sendo tratada em programas, será o estopim para o desgaste desses formatos, no Brasil, e então estará decretado o fim desse formato no país, que por sinal é um formato que chama bastante a atenção do público, tanto é que a Band comprou os direitos de um, e SBT e Record já foram logo atrás buscar outros para a sua grade de programação, mas não pensaram que o público pode em breve se cansar de tanta comida na TV.

(Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)

Veja também:

Parece que não irá ocorrer isto, mas é porque esse formato culinário ainda é uma inovação na TV Brasileira, entretanto quando o público se cansar, os índices cairão e as emissoras irão precisar tirá-los do ar, visto que Band, Record, e SBT, não são as melhores em reformulações de seus programas. Uma saída seria uma temporada a cada um ano e meio mas enfim, o fracasso pode vir, e deve demorar, mas o certo é que culinária demais na TV Brasileira, coisa boa não vão dar.

(Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar