Novelas

Nova novela de Cristianne Fridman ganha novos nomes

Cercada de muitas expectativas em virtude de tantos adiamentos, após a estreia “Belaventura” não vem alcançando os mesmos resultados obtidos pelas antecessoras – “Escrava Mãe” (2016) e a terceira reprise de “A Escrava Isaura” (2004). Ambientada em um período medieval, o folhetim assinado por Gustavo Reiz ainda não caiu no gosto do público e segue cravando médias bastante aquém do esperado para a Record.

Recentemente, foi anunciado que Cristianne Fridman estará à frente da produção que entrará em cartaz no segundo horário de novelas inéditas da emissora paulista. Ainda sem título provisório, o enredo já começou a ganhar seus primeiros nomes. Atores como Polliana Aleixo, Ricky Tavares e Brenno Leone, que puderam ser vistos atuando na Globo, assinaram com a rede de Edir Macedo para integrarem no elenco do folhetim.

Além deles, de acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, foram acertadas as participações de Letícia Peroni, Gustavo Rodrigues, Cacá Ottoni e Giselle Batista. A estreia está prevista para acontecer no primeiro semestre do ano que vem, e Dudu Azevedo interpretará o mocinho.

Record enfrenta problemas e substituta de “Belaventura” fica sem título

Veja também:

A substituta de “Belaventura” não vai mais se chamar “Rosa Choque”. As informações são da coluna da Patrícia Kogut, onde revela um entrave que a Record encontrou ao registrar o título. Eles até que tentaram este nome para a sua próxima novela, mas enfrentaram problemas com os direitos.

Inicialmente chamada de “Procura-se Ela”, a trama ainda não conseguiu fechar um título oficial. Nos bastidores, era tido como certeza que “Rosa Choque” seria registrado. Deste modo, a novela fica temporariamente sem nome algum, tendo que apelar para outras opções. Vale lembrar que a produção ficará a cargo da Casablanca e terá 170 capítulos.

RecordTV (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar