Celebridades, Noticia

No último Conversa Fiada, Paulo Henrique Amorim viu jogo do Brasil e mostrou vaias ao presidente

O apresentador Paulo Henrique Amorim, que morreu aos 77 anos de idade após sofrer um infarto fulminante, no Rio de Janeiro, compareceu ao Maracanã no último domingo (7) para assistir o jogo da final da Copa América entre Brasil e Peru.

Uma das suas últimas publicações antes de morrer, o jornalista gravou um vídeo do estádio no momento do hino e as vaias que foram dirigidas ao presidente Jair Bolsonaro ao chegar ao estádio. “O Maraca está onde sempre esteve, no gol de placa do Pelé. E agora onde o suposto presidente da República tomou uma sonora vaia”, disse ele no vídeo publicado em seu blog, Conversa Afiada.

Paulo Henrique, muito conhecido por sua oposição a Bolsonaro, em junho, ele acabou sendo afastado do Domingo Espetacular, da Record TV, em um momento de fortes críticas ao atual governo. “O melhor foi a retumbante vaia que o Messias tomou. É que na sua infinita ignorância ele não sabia, como você cansou de avisar, que o Maracanã vaia até minuto de silêncio”, disse ele, no texto que legenda o vídeo publicado nas redes sociais.

Veja também:

Amorim, com o boné do Fluminense – seu time, aparece na arquibancada cantando o hino do Brasil e reflete: “O que fazer? Torcer para a pátria vestir as chuteiras de novo e torcer para o povo cantar o hino com entusiasmo”. No Twitter, o Fluminense publicou uma pequena nota: “O Fluminense Football Club lamenta profundamente a notícia do falecimento do jornalista e tricolor Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos”.

Paulo Henrique Amorim (Foto: Reprodução/YouTube)

Você também pode gostar