Celebridades, Noticia

No Instagram, Ratinho polemiza ao criticar produções da Globo: “Exagero de viado”

Nesta quarta-feira, 03, o apresentador Carlos Massa, vulgo Ratinho, resolveu causar uma certa polêmica em suas redes sociais a partir do momento em que ele se deparou com um personagem gay na minissérie Entre Irmãs, cuja está sendo exibida pela TV Globo após O Outro Lado do Paraíso.

Na ocasião, o comunicador também criticou todos os demais produtos da emissora carioca, desde Malhação até a trama escrita por Walcyr Carrasco, alegando que a mesma está abordando a temática em todos os horários. “Eu tava vendo a novela da Globo agora, negócio de cangaceiro, a gente tem que olhar o que está concorrendo com a gente. Mas poxa, a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro, naquele tempo não tinha viado, não”, comentou o contratado do SBT, em um vídeo compartilhado no Instagram.

“Vocês acham que tinham viado naquele tempo? É muito viado. É viado 6 horas da tarde, 8 da noite, 9 da noite, viado 10 da noite. É muito viado. Eu não sei o que tá acontecendo, não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?”, continuou ele, que ainda acrescentou na legenda da publicação a frase: “Exagero de viado”.

Discurso machista

No ano passado, durante o quadro Dez ou Mil, Ratinho também polemizou ao dividir a opinião do público que estava acompanhando mais uma edição de seu programa, veiculado diariamente na tela do SBT, após Chiquititas. Na ocasião, o apresentador afirmou ser contra as mulheres praticarem futebol e a luta de UFC, e ainda acrescentou que não vê “graça nenhuma” na participação delas nos respectivos esportes.

Veja também:

Tudo começou depois que o produtor musical Arnaldo Saccomani, um dos convidados da atração, avaliou a performance de um rapaz que se apresentou em um poli dance. “Eu acho que homem fazendo pole dance é a mesma coisa que mulher jogando futebol: não tem graça nenhuma”, disse o produtor musical.

Logo depois, Ratinho concordou com Saccomani e complementou. “Eu sou da mesma opinião do Arnaldo [Saccomani]. Eu também não acho graça mulher jogando futebol. Não sei por quê?! Acho que futebol é muito bruto para mulher. Mulher no UFC também acho horrível. Eu sou contra. Todo mundo tem que gostar agora, pô?”.

Nadja Haddad, única mulher presente na bancada do quadro, saiu em defesa diante da opinião dos colegas de trabalho. “Em primeiro lugar, eu queria dizer que mulher é graciosa até mesmo quando não é para ser engraçada. Eu acho que a mulher bate um bolão, é super legal”, opinou a jornalista.

Ratinho critica novelas globais (Foto: Reprodução/Instagram)

Ratinho critica novelas globais (Foto: Reprodução/Instagram)

Você também pode gostar