Celebridades, Noticia, Novelas

Nicolas Prattes, para ser Alfredo em Éramos Seis, assiste versão da trama exibida pelo SBT

Nicolas Prattes, em entrevista ao NaTelinha, comentou sobre a sua preparação para entrar no ar como Alfredo em Éramos Seis. O remake da trama estreará em 30 de setembro na faixa das 18h. Antes, o ator teria sido escolhido para interpretar Carlos, papel de Caio Blat na versão do SBT em 1994 e agora será de Danilo Mesquita. Porém, ao estudar sobre a história no livro homônimo, ele se encantou pelo Alfredo, outro filho de Lola (Gloria Pires), pois é diferente de tudo já havia feito até hoje.

“O Carlos é aquele ‘caxias’… Segue o que tem que ser feito. O bom filho… Eu acabei de fazer o bom filho. Eu estava querendo fazer uma coisa diferente em novelas”, declara. E o Alfredo é diferente!”, diz Nicolas, que interpretou o mocinho Samuca em O Tempo Não Para (2018). “Eu quero mudar! Sempre que acaba alguma coisa eu quero tirar esse cara de mim e vamos embora, partir para outra”, afirma ele.

Para seu novo personagem, o ator afirma que quer fazer com que o público veja uma diferença entre remakes, exibidos pela Record, Tupi e SBT. “O desafio é fazer com que me reconheçam nesse personagem que algumas pessoas já conhecem a história, mas não me conhece nele. Porque tem que ser um papel em branco sempre. E o meu desafio nesse é pintar e colorir com as melhores cores possíveis”, declara.

Para Alberto, Nicolas Prattes afirma que leu o livro que deu origem à história e as versões da trama, em especial a exibida pelo SBT que foi a mais recente,até para não fazer igual.  Na trama produzida pelo SBT, Alfredo foi interpretado pelo ator Tarcísio Filho. Inicialmente, Nicolas seria Carlos, mas simpatizou mesmo com Alberto. “Eu estava com ele na cabeça, estudando como o Carlos, mas dormindo com o Alfredo”, brinca o ator.

Veja também:

Apesar de ser época, para Nicolas, a história da novela é atemporal tornando-a um sucesso. “Novos tempos e novos espectadores. Eles estão muito mais inteligentes, mais acostumado com a realidade e querendo um pouco se desvencilhar no momento em que estão assistindo a uma telenovela”, diz ele. “Eles não querem ser enrolados, querem que aconteça o que acontece na vida real. E a nossa maneira de contar, com poesia, com cores, com tudo, para distanciar da realidade é o nosso maior desafio nessa novela”.

Nicolas Prattes ainda revela que o seu personagem dará trabalho, pois ele quer ser o bom filho, atender todas as expectativas dos pais, mas não consegue. No entanto, isso não o configura como vilão. “Ele tem uma visão de mundo que não é compreendida por nenhum dos personagens daquela história Eu costumo dizer que ele tem o batimento cardíaco diferente dos outros, porque todo mundo parece viver uma determinada vida e o Alfredo está paralelo a isso. Ele está em outro lugar, mas na mesma casa, no mesmo ambiente”, revela. Sobre os conflitos familiares, para ele, não mudam independente da época. “Família, os conflitos, as relações, o jeito que ama, o jeito que briga, porque briga é igual em 1922, 1932, 1940 e 2019”.

Nicolas Prattes será Alberto em Éramos Seis (Foto: Reprodução/TV Globo)

Você também pode gostar