Audiência da TV

Mudança de horário não surte efeito e “A Usurpadora” segue com baixa audiência

Desde que estreou no SBT, a reprise de “A Usurpadora” vem sofrendo rejeição do público. A trama tinha o objetivo de alavancar os índices do “Fofocando”, porém, acabou surtindo efeito contrário. Para resolver isso, a emissora solicitou uma mudança de horário.

Se antes, o folhetim estrelado por Gabriela Spanic era exibido apenas para São Paulo e Rio de Janeiro às 13h, agora, passou a ser levado ao ar para todo o país às 15h15. No entanto, os índices continuaram fracos. De acordo com dados consolidados de audiência referente à Grande São Paulo, “A Usurpadora” registrou péssimos 5,0 pontos de média.

Veja também:

Cabe lembrar que os dados apresentados são consolidados, portanto, não sofrerão alterações. Os mesmos representam a preferência de um seleto grupo de espectadores situado na Grande São Paulo, principal praça do país e que serve de referência para o mercado publicitário. Por lá, cada ponto equivale a 69,4 mil domicílios.

"A Usurpadora" segue com audiência pífia (Foto: Reprodução)

“A Usurpadora” segue com audiência pífia (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar