Geral, Noticia, TV

Morre aos 88 anos, o padre Quevedo, ex-colaborador do Fantástico e da TV

Famoso por apresentar quadros que desvendavam fenômenos paranormais na televisão, principalmente no Fantástico, da Globo, Oscar González Quevedo, conhecido como padre Quevedo, morreu na madrugada desta quarta-feira (09) em Belo Horizonte (MG) em decorrência de problemas cardíacos. Ele marcou época com o bordão “isso non ecziste”, que usava para duvidar de acontecimentos inexplicáveis.

Segundo informações divulgadas pelo UOL, o padre estava na casa de repouso dos jesuítas, na capital mineira, quando foi encontrado sem vida. O enterro será nesta quinta-feira (10), no Cemitério Bosque da Esperança a partir das 11h. Quevedo nasceu na Espanha e era filho de um deputado tradicionalista de Madri. Ele veio morar no Brasil para continuar seus estudos e escolheu a cidade de São Paulo por conta da Faculdade Anchieta, ligada a uma comunidade jesuíta.

No país, ele atuou como professor universitário de parapsicologia no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) e no Centro Latino-Americano de Parapsicologia (CLAP), onde também foi diretor. Em 2012, padre Quevedo foi para a casa de repouso dos jesuítas, em Belo Horizonte. Referência na área, o religioso se dedicou a várias obras literárias sobre parapsicologia — entre as suas obras mais importantes, estão “O que é parapsicologia”, “A Face Oculta da Mente” e “As Forças Físicas da Mente”.

Veja também:

Quevedo se tornou conhecido por rechaçar pessoas que se declaravam paranormais e se dedicou a ações que tinham como objetivos desmascarar falsos curandeiros e médiuns, além de explicar fenômenos que eram considerados sobrenaturais. Por isso, acabou ganhando fama e foi parar em programas de televisão como Fantástico, onde apresentou um quadro chamado ‘Padre Quevedo, Caçador de Enigmas’.

O quadro tinha justamente o intuito de desmarcara charlatões e desvendar histórias até então inexplicáveis. A atração era apresentada por Cid Moreira, que anunciava: “esse é um caso para o Padre Quevedo”. O padre também teve passagens por diversos programas como Domingo Legal, Superpop e Programa do Ratinho.

Padre Quevedo morre aos 88 anos em Minas Gerais (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar