Emissoras

Ministério Público pede explicação das emissoras sobre horários religiosos

Uma decisão esperada por muitos, finalmente, foi atendida pelo procurador Sérgio Suima, do Ministério Público, que decidiu instaurar inquérito à respeito de excessivos cultos religiosos nas emissoras de TV.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, do “Uol”, algumas emissoras foram chamadas para dar suas explicações, e entre elas, estão a Record e Band, que já até responderam um questionário enviado pela Justiça, porém, as duas foram chamadas novamente para prestar mais informações. No caso da RedeTV e a Gazeta, ambas estão ainda desenvolvendo as suas respostas.

É notório que há um exagero por parte das emissoras em questão, uma vez que, algumas se transformaram em tele-cultos em tempo integral, exemplo: CNT e Rede 21. Pelo menos, o grande público agradece, pois não é errado transmitir tais cultos, mas o excesso incomoda.

Emissoras irão se explicar à respeito de cultos excessivos na TV (Foto: Reprodução)
Emissoras irão se explicar à respeito de cultos excessivos na TV (Foto: Reprodução)