Noticia, Novelas, RecordTV

Mesmo com o insucesso de Apocalipse, RecordTV pretende continuar apostando em novelas bíblicas

Se tem uma coisa que a RecordTV não está nenhum pouco arrependida é com relação a produção de suas tramas bíblicas, pois, segundo Flávio Ricco, a emissora evangélica ainda pretende continuar apostando nesse tipo de temática, mesmo com o atual fracasso em audiência de Apocalipse.

Entretanto, se for mesmo da vontade da direção – como o que estava circulando nos últimos dias sobre o desejo de não colocar uma substituta para Belaventura -, é até capaz da Record optar por retirar um folhetim que não seja religioso de uma das suas faixas horárias do que o que seja.

No mais, ainda segundo Ricco, alguns funcionários da rede de Edir Macedo acreditam que a crise que se espalhou pela atual novela de Vivian de Oliveira seja uma coisa considerada “absolutamente normal”, sendo que a única “salvação” que se tem para isso seja a de encurtar seus capítulos para colocar no ar a próxima do horário, cuja autoria será de Paula Richard.

RecordTV pode ter prejuízo financeiro caso não exiba Topíssima, a possível substituta de Belaventura

Conforme noticiado há alguns dias aqui no Famosos na Web, a RecordTV decidiu adiar as gravações da novela Topíssima, cuja autoria é de Cristianne Fridmann, pois, segundo a jornalista Patrícia Kogut, a postergação das filmagens se deu em virtude da falta de estrutura e recursos devido a novela Apocalipse estar tomando todo o espaço de gravações e ocupando todos os estúdios.

Veja também:

Entretanto, a tal notícia fez com que muitos funcionários da emissora de Edir Macedo passassem a acreditar, embora o canal tenha negado, no cancelamento desse horário de produção dos folhetins, assim como também no esticamento do Cidade Alerta até por volta das 20h.

Em meio a essas dúvidas que estão sendo atribuídas, a única certeza que se sabe até agora, com isso tudo, é a de que, caso a Record não coloque uma outra trama no lugar de Belaventura, a emissora venha a ter prejuízos financeiros, já que muitos atores foram contratados por obra, sendo que, no começo de dezembro, os mesmos já chegaram até a receber a primeira parcela das oito que possuem ao todo.

Porém, se o folhetim vier mesmo a ser veiculado todos sairão ganhando, mas, se não, os atores ficarão recebendo sem trabalhar, prejudicando tanto a emissora quanto os próprios artistas, o que para eles se torna uma “tragédia” e um certo estrago na carreira profissional de cada um. Com informações do site NaTelinha.

RecordTV não pretende abolir novelas bíblicas  (Foto: Reprodução)

RecordTV não pretende abolir novelas bíblicas (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar