Novelas

Maurício Destri emagrece para viver Ney Matogrosso em nova novela das 23h

Não foi fácil para que Maurício Destri desse vida ao Leon. O personagem de “Os Dias Eram Assim”, nova novela das 23h, ou “supersérie” como a Globo vem intitulando as produções desta faixa, foi inspirado em Ney Matogrosso, figura emblemática do mundo artístico brasileiro.

Para se parecer ainda mais com o cantor, Destri precisou de passar por uma dieta rigorosa. A direção da Globo teria solicitado que o ator enfrentasse por um processo de emagrecimento severo, para que ficasse o mais semelhante possível a Matogrosso. Em uma das cenas que já foram gravadas, ele cantará “Balada do Louco”, música que fez sucesso na voz do cantor.

O Leon é um personagem transgressor, de espírito livre, que assume verdadeiramente a sua liberdade, com consciência e com verdade. É um artista, um cara feliz, educado, respeitoso, que tem bastante amigos e que ama a arte e os livros. Ele sai de São Paulo e vem morar no Rio de Janeiro para estudar arte e acaba conhecendo a Maria (Carla Salle). É ela que o apresenta a Vera (Cassia Kis) e ele começa a trabalhar na livraria Egalité. Ele é intenso, um personagem vivo, com muitas possibilidades. Tudo pode acontecer com esse cara“, contou Destri em entrevista ao “Gshow”.

Maurício Destri vive o Leon em “Os Dias Eram Assim”. (Imagem: Divulgação/Globo)

No “É de Casa”, Maurício Destri comete gafe ao vivo

O programa matinal da TV Globo “É de Casa” contou neste sábado (15), com a participação especial do ator Maurício Destri que falou sobre a estreia da nova novela/supersérie da emissora, intitulada de “Os Dias Eram Assim”.

Veja também:

Durante a entrevista, Destri contou aos apresentadores que passou 17h sem se alimentar por causa de seu personagem, e ainda cometeu uma gafe ao vivo na atração quando ficou deslumbrado ao ver a qualidade das cenas inéditas da trama. “Meu Deus, eu não vi isso ainda. Gente! Caralh*, eu não vi isso ainda. Ai, que demais”, disse ele.

Após o palavrão mencionado, Maurício prosseguiu normalmente como se nada tivesse acontecido. “Foi um processo tão rico e potente. Eu nunca esperava poder cantar e ter a oportunidade de cantar. É muito interessante poder cantar a vida […] Me inspirei em Caetano, Ney Matogrosso, que eram transgressores”, relatou o ator.

Maurício Destri menciona palavrão ao vivo no “É de Casa” (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar