Celebridades

Mariana Godoy lembra que na sua entrevista com Eduardo Cunha, ele disse que não votaria o impeachment de Dilma

O cenário político do Brasil é extremamente delicado, isso porque, no próximo dia 15, ocorrerá a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, mesmo se perder na Câmara dos Deputados, ela ainda terá mais uma chance de barrar o seu impedimento no Senado. Ainda assim, um dos grandes atores por trás disso tudo, chama-se Eduardo Cunha que é presidente da Câmara dos Deputados.

Eduardo Cunha foi um dos primeiros entrevistados do programa “Mariana Godoy Entrevistas” que está prestes a completar um ano. A apresentadora lembra que na época ele declarou que não votaria o impeachment de Dilma, por considerar uma afronta a democracia.

“Não podemos usar o processo de impeachment como recurso eleitoral”, Disse o político na entrevista que concedeu ao programa no ano passado. Mariana ainda deseja entrevistar a presidente Dilma, o Papa Francisco e também o presidente Barack Obama.

(Eduardo Cunha na ocasião disse que achava uma afronta à democracia)

(Eduardo Cunha na ocasião disse que achava uma afronta à democracia)

Veja também:

Você também pode gostar