Celebridades

Marcos Mion agradece mensagens de apoio ao filho autista

Marcos Mion escreveu uma mensagem sobre o seu filho Romeo, que pertence ao espectro autista. Tal declaração é agradecendo ao carinho que recebeu depois do dia que dividiu com os internautas e fãs, na semana de Natal, qual tinha sido o presente que o filho pediu para o Papai Noel.

O apresentador havia explicitado a simplicidade dos pensamentos e desejos que aprende com o filho, que colocou apenas em sua lista de presentes, uma mera escova de dentes azul. Desta vez, Mion voltou a elogiar a maneira na qual o filho se relaciona com o mundo e o quanto ele se sente bem por ter um filho autista.

“Quero agradecer, em nome de toda minha família, às milhares de manifestações que recebemos devido à mensagem de Natal que meu anjo, Romeo, mandou para todos através de mim????????. Romeo é realmente iluminado. Ele tem a capacidade de gerar verdadeiras correntes do bem, correntes de amor. E hoje sabemos que não é algo exclusivo ao nosso nucleo familiar e amigos próximos. Sua sabedoria e evolução espiritual falam com a humanidade. Isso me deixa extremamente orgulhoso, emocionado e feliz por ver meu menino ganhando o respeito de todos, inclusive dos que, num primeiro momento, poderiam olhar de forma estranha e preconceituosa para nós. 

Veja também:

Muitos me agradecem por dar um passo à frente, assumir nossa condição é, assim ajudar a derrubar as barreiras do preconceito contra o autismo. Mas eu sou apenas o instrumento. .
Quem merece os agradecimentos é o Romeo, representante das mais de 2 milhões de famílias com pessoas no TEA no Brasil.

Ficamos todos emocionados lendo as milhares de mensagens mandadas pelas redes sociais. Famílias dentro do TEA, nos identificamos com todas histórias contadas. Todos vcs tem meu maior e absoluto respeito. .
Acabo o post com algo que sempre falo: 4 anos atrás nascia 1 criança a cada 100 dentro do TEA. Hoje é 1 a cada 60. Ou seja, se acostumem. Percam o medo, pois a genética autista já convive entre TODOS NÓS há muito tempo. E a humanidade não teria evoluído como evoluiu se não fosse a presença da genética autista entre nós. Ou vc acha que as mentes que criam os softwares, os padrões tecnológicos, webs, Wi-Fis, vales do Silício e etcs não fazem parte do espectro? Pense duas vezes??? Obrigado a todos por fazerem o final de ano da minha família muito especial e orgulhoso!”. Escreveu Mion, na mensagem. 

(Imagem: Reprodução)

(Imagem: Reprodução)