Noticia, Programas

Márcia Dantas, repórter do SBT, leva grito de mulher por abordagem insensível no massacre em Suzano

Nesta quarta-feira (13), a repórter do SBT, Márcia Dantas, acabou se envolvendo em uma polêmica e sendo duramente criticada nas redes sociais durante amanhã. Isso se deve a maneira como ela abordou as pessoas em frente a escola estadual Raul Brasil, em Suzano, onde dois adolescentes encapuzados invadiram e mataram oito menores, cometendo suicídio em seguida.

Márcia foi uma das primeiras jornalistas a chegar no local, sendo transmitido dentro do Primeiro Impacto, a jornalista apareceu correndo de forma desesperada tentando entrevistar quem estava ali por perto. Em um certo momento, a repórter se aproximou de uma mulher e colocou o microfone na boca dela, que, desesperada com o ocorrido, gritou: “Eu não quero falar!”.

A repórter do SBT tomou um grande susto e com a voz meio embargada, chamou o apresentador Marcão do Povo, no estúdio. Logo após a cena, diversos internautas criticaram a jornalista pela maneira que se aproximou da mulher e outros a defenderam.

“Gente, a Márcia Dantas correndo quem nem uma louca e gritando. Pra que gritar? Tem que ter controle”, “A Marcia Dantas ta de parabéns pelo despreparo. Profissionalismo zero”, “Parem de ficar criticando a Márcia Dantas! ela recebe ordens da coordenadora de links e da Chefe de Reportagem”, foram alguns dos comentários do Twitter.

Márcia Dantas entrou no ar no Primeiro Impacto, no SBT, para transmitir informações do Massacre em uma escola de Suzano – SP (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar