Celebridades, Noticia

Maju Coutinho afirma que não tem medo dos racistas no Jornal Nacional

A jornalista Maria Júlia Coutinho, mais conhecida como Maju, estreará na bancada do Jornal Nacional neste sábado (16) e afirma já está preparada para os possíveis comentários racistas que sofrerá na internet e que não se preocupa com isso. Maju será a primeira âncora negra do JN.

A jornalista já sofreu ataques preconceituosos em 2015, mas diz estar pronta. “Eu estou blindada. Se acontecer de novo, iremos, mais uma vez, atrás dos autores na Justiça. Seja com a Maju ou com a Maria do Rio Grande do Norte, é crime. Estou preparada porque sei do meu trabalho, tenho a confiança dos meus pais e da produção”, disse ela em entrevista ao jornal Extra nesta sexta (15).

Maria Júlia Coutinho foi anunciada como a nova plantonista do telejornal na última quarta-feira (13) e ganhou destaque por ser a primeira negra a ocupar um lugar na bancada do jornal que completará 50 anos. “A comoção é válida, mas a questão é ainda ser assim. Há uma carga simbólica que não dá pra ser negada, e eu não a questiono. Precisamos lembrar, no entanto, de Zileide Silva no Jornal Hoje e de Heraldo Pereira. Lá na frente, espero que uma mulher negra em destaque não seja motivo de atenção, porque será normal. Que apareçam outras Zileides, outras Majus”, comentou ela.

Veja também:

Maju está diariamente no JN desde abril de 2015, após o jornal passar por uma grande reformulação, ficando mais informal. Em junho de 2017, a jornalista virou plantonista do Jornal Hoje, o que arrancou elogios e carinho do público.

Maria Júlia Coutinho apresentará pela primeira vez o Jornal Nacional aos sábados

Maria Júlia Coutinho apresentará pela primeira vez o Jornal Nacional aos sábados
(Foto: Globo)

Você também pode gostar