Celebridades, Noticia

Ludmilla se desculpa após confusão generalizada em seu bloco de Carnaval no Rio

Na tarde desta terça-feira (5), no Rio de Janeiro, o bloco Fervo da Lud, da cantora Ludmilla, terminou muito antes do combinado devido a uma grande confusão. Por causa de um confronto entre foliões e a Polícia Militar, que fazia a segurança do evento, 217 pessoas ficaram feridas.

De acordo com algumas pessoas que estavam presentes no local, a briga acabou tomando grandes proporções e acabou interrompendo definitivamente a festa. A organização do evento afirma que o bloco reunia cerca de 1,5 milhão de pessoas na hora da confusão, o que complicou a situação da Polícia para controlar. Foram usadas bombas de efeito moral, gás de pimenta, gás lacrimogênio e cassetetes contra os foliões para apaziguar os foliões.

Ludmilla se manifestou sobre o ocorrido em seu perfil no Instagram. “Gente, o Carnaval é tempo de festa, alegria, união e também de doação de amor ao próximo, um momento de respiro para um povo que batalha o ano todo para alcançar seus objetivos. Há 2 anos, criei o Fervo da Lud com isso em mente: levar alegria e diversão ao maior número de pessoas e hoje, lamentavelmente, isso não foi possível. Fomos interrompidos e estou profundamente triste por ter presenciado tamanha agressividade ao próximo, mas certa de que optamos pela melhor opção, pois minha prioridade sempre será o bem-estar de todos. Espero que o total do amor que gostaria de ter doado hoje cantando seja transmitido nessa mensagem. Mais amor! Mais paz! Fiquem bem e contem comigo. Amo vocês!”.

Até o momento, não há informações de como ou quem foi o responsável por iniciar a confusão no bloco. O Corpo de Bombeiros informou que foram realizados 130 atendimentos durante todo momento. A Polícia Militar também não informou nenhum dado da ação que parou a festa.

View this post on Instagram

Veja também:

Gente, o Carnaval é tempo de festa, alegria , união e também de doação de amor ao próximo, um momento de respiro para um povo que batalha o ano todo para alcançar seus objetivos. Há 2 anos, criei o Fervo da Lud com isso em mente: levar alegria e diversão ao maior número de pessoas e hoje, lamentavelmente, isso não foi possível. Fomos interrompidos e estou profundamente triste por ter presenciado tamanha agressividade ao próximo, mas certa de que optamos pela melhor opção, pois minha prioridade sempre será o bem-estar de todos. Espero que o total do amor que gostaria de ter doado hoje cantando seja transmitido nessa mensagem. Mais amor! Mais paz! Fiquem bem e contem comigo. Amo vocês!

A post shared by Ludmilla (@ludmilla) on

Ao todo, 217 foliões ficaram feridos no bloco Fervo da Lud, da cantora Ludmilla, no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar