Séries

Longe dos colegas, elenco de “Supermax” foi isolado em “presídio”

Com estreia marcada para o dia 20 de setembro, a nova série da Globo será ambientada em um presídio de segurança máxima. Construído em uma parte distante da cidade cenográfica dos Estúdios Globo, o cenário tem dois andares e possui cerca de 800 metros quadrados. Nele, existem 12 celas, onde o elenco de “Supermax”, que inclui Mariana Ximenes e Erom Cordeiro, ficou isolado dos próprios colegas de emissora durante as gravações.

O diretor da série, José Alvarenga Jr., explica que foi muito importante que o glamour do Projac não se misturasse com o isolamento dos atores: “Esse é um ambiente quase claustrofóbico. Quisemos que ficasse nos fundos do Projac porque a ideia é que não houvesse essa mistura com o glamour daqui. Procuramos criar esse isolamento. Foi muito importante essa convivência”.

Veja também:

Ele ainda adianta que, em caso de vazamento, um final alternativo já está gravado: “A gente pensou na série assim, talvez por um defeito nosso, por ansiedade de criar outra coisa depois. Acho que é um modelo de negócio errado. Quando começou a produção internacional já pediram sinopse da segunda e da terceira temporada”. Por fim, ressalta a importância das séries: “A função da TV é formar público. Série repercute nas mídias sociais, acaba virando o assunto da semana”.

Presídio que a série vai se passar (Foto: Reprodução/UOL)

Presídio que a série vai se passar (Foto: Reprodução/UOL)

Curtidas

Você também pode gostar