Novelas

“Liberdade, Liberdade”: Tiradentes é condenado à morte após ser traído por Rubião

Em “Liberdade, Liberdade”, a próxima novela das 23h, que estreia nesta segunda-feira (11), na Globo, Tiradentes (Thiago Lacerda) será condenado à morte depois de traído por seu melhor amigo, José Maria Rubião (Mateus Solano), que se torna um homem frio e calculista, capaz de tudo para se dar bem. Na sequência, Tiradentes quer livrar o Brasil dos mandos e desmandos da Corte portuguesa. Encontra os rebeldes no cabaré de Virginia (Lilia Cabral) e Rubião o alerta que Portugal deve estar de olho neles. Nisso, o local é invadido por Capitão Tolentino (Ricardo Pereira), que prende a dupla.

Rubião é torturado e ameaçado de morte e acaba confessando que Tiradentes é o principal nome da revolução e assim sua vida é poupada. E Tiradentes condenado à morte. A pequena Joaquina (Mel Maia) testemunha a morte do pai. Agora, Rubião precisa arrumar uma forma de sobreviver e então, jura fidelidade à coroa portuguesa.

Veja também:

Segundo a jornalista Regina Rito, o traidor vai à casa de Tiradentes e exige da mulher dele, Antônia (Letícia Sabatella), o saco de moeadas que deixou lá. Ela diz que a fortuna sumiu. Rubião não acredita e mata Antônia. Joaquina, filha de Tiradentes e Antonia, foge para Portugal. Anos depois, Rubião sente atração imediata por Rosa, recém-chegada de Portugal. O que ele não imagina é que ela é Joaquina, filha do casal que destruiu a vida e que tem sede por justiça.

Rubião trai Tiradentes, seu melhor amigo

Rubião trai Tiradentes, seu melhor amigo

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar