Justiça nega desbloqueio do whatsApp

O Desembargador negou o desbloqueio do whatsApp e o mesmo se mantém por 72h, segundo ele a empresa ‘preferiu a inércia’ diante do ‘problema antigo’, neste caso as operadoras de telefonia,  TIM, OI, VIVO, CLARO e NEXTEL devem acatar a decisão judicial.

Saiu á 0h30 desta terça feira (3) o comunicado do desembargador Cezário Siqueira Neto, durante o plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), Sendo confirmado pela acessória nesta manhã.

“Há de ressaltar que o aplicativo, mesmo diante de um problema de tal magnitude, que já se arrasta desde o ano de 2015, e que podia impactar sobre milhões de usuários como ele mesmo afirma, nunca se sensibilizou em enviar especialistas para discutir com o magistrado e com as autoridades policiais interessadas sobre a viabilidade ou não da execução da medida. Preferiu a inércia, quiçá para causar o caos, e, com isso, pressionar o Judiciário a concordar com a sua vontade em não se submeter à legislação brasileira”, afirma o desembargador.

 

grande-posse_cezario_siqueira_ascom_tre
Juiz Responsavel pelo bloqueio do Whatsapp Cezário Siqueira

 

Curtidas
Diiego
Curitibano e fundador do site Famosos na Web, sou apaixonado pelo mundo virtual.

Facebook (0)