Celebridades

Juliana Alves se sentia “inadequada” por ser negra

A questão da discriminação provavelmente – e infelizmente – deve acompanhar o ser humano e a construção das sociedades por muito tempo ainda. Existem trabalhos para que toda forma de preconceito seja diminuída ou mesmo eliminada, mas ainda há muito o que se fazer nesse sentido. Vire e mexe, algum artista vem a público revelar um preconceito vivido no passado.

Foi o que fez a atriz Juliana Alves, em recente entrevista à revista “GOL Linhas Aéreas Inteligentes” de fevereiro. Na conversa, Juliana falou sobre questões envolvendo a batalha contra o racismo, e sobre como encontrou autoaceitação depois de momentos em que se sentia até inadequada, como ela mesma diz: “(…) vivi situações em que, mesmo sem entender o que se passava, me sentia inadequada por uma questão visual”.

Veja também:

Aos 34 anos e no ar em “Sol Nascente”, a atriz comenta que sempre teve as atrizes Zezé Motta e Taís Araújo como referências, mas que, quando criança, não teve bonecas negras.

Atriz comenta que não teve bonecas negras na infância (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar