Celebridades

José Mayer perde papel em novela da Globo

Cotado para fazer “O Sétimo Guardião”, parece que pela primeira vez ele perdeu um papel. A ordem veio por parte da própria Globo, que decretou sua saída imediata da escalação de elenco da trama de Aguinaldo Silva reservada para a faixa das nove.

Segundo o jornal “Agora S. Paulo”, a decisão se deve por conta dos escândalos envolvendo as acusações de assédio contra uma figurinista. Achando por bem um descanso de imagem para o galã, os globais estudam um novo ator para assumir o personagem que seria dele.

Conforme expresso aqui pelo Famosos na Web, o ator viveria um papel bem diferente dos que já interpretou ao longo de sua carreira. Zé seria um homem que teve a vida completamente destruída pela vilã que será encarnada na pele de Lilia Cabral.

Denúncias de assédio

O ator global José Mayer que esteve recentemente no ar em “A Lei do Amor” foi acusado de assédio por duas funcionárias da Globo. Inclusive, nesta sexta-feira (31) uma delas dissertou em entrevista ao jornal “Folha de São Paulo” como se deu o tal ato praticado pelo artista contra ela, que horas depois foi retirado da versão online.

Veja também:

Porém, diante disso, a figurinista resolveu também contar detalhes do ocorrido em seu perfil no Instagram. “Ele colocou a mão na minha b… e ainda disse que esse era seu desejo antigo. Elas? Elas, que poderiam estar eu meu lugar, não ficaram constrangidas. Chegaram até a rir de sua ‘piada’. Eu? Eu me vi só, desprotegida, encurralada, ridicularizada, inferiorizada, invisível. Senti desespero, nojo, arrependimento de estar ali. Não havia cumplicidade, sororidade”, relatou ela.

Falo em meu nome e acuso o nome dele para que fique claro, que não haja dúvidas. Para que não seja mais fofoca. Que entendam que é abusivo, é antigo, não é brincadeira, é coronelismo, é machismo, é errado. É crime. Entendam que não irei me calar e me afastar por medo”, continuou.

Em meio a situação, o ator José Mayer resolveu dá a “cara à tapa” e se posicionou sobre o caso durante uma entrevista para o mesmo veículo impresso. “Respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade […] As palavras e atitudes que me atribuíram são próprias do machismo e da misoginia do personagem Tião Bezerra, não são minhas! Nesses 49 anos trabalhando como ator sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo”, assegurou.

José Mayer interpretava Tião em “A Lei do Amor”. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar