TV

Jornalista que voltou à TV Cultura após demissão polêmica chama atenção nos bastidores

A TV Cultura achou que iria ficar em vão ter demitido uma veterana no jornalismo apenas por questão de conveniência e em pleno Natal. Cláudia Tavares deu exemplo com sua voracidade ao questionar a atitude da emissora e levar o caso para a Justiça. Sem querer receber indenização e nem criar intrigas, a única coisa que ela pedia era para voltar a trabalhar.

O Famosos na Web noticiou que ela conseguiu o que tanto queria. Agora, após a decisão judicial, Cláudia já cumpre sua rotina comum de trabalho. De acordo com informações do colunista Flávio Ricco, nos bastidores ela tem chamado atenção. Seus antigos colegas de profissão têm a jornalista como exemplo e não é possível que ninguém diga que ela recebeu cara feia nos corredores do canal estatal. Cláudia vem sendo muito bem tratada e está contente com a conquista.

Entenda o caso

A jornalista Cláudia Tavares acionou a Justiça contra a TV Cultura após ser demitida no ano passado em pleno um plantão de Natal. Então apresentadora do “Repórter Eco”, naquele momento, a profissional desabafou nas redes sociais, deixando claro que a sua demissão foi ilegal, visto que a mesma fazia parte da Comissão de Prevenção de Acidentes, logo tinha um ano de emprego garantido.

Para fazer valer a força da lei, a jornalista processou o canal. A demissão de Cláudia caiu como uma verdadeira bomba naquele momento, fazendo com que muitos profissionais da emissora criticassem a chefia. Naquele momento, a TV Cultura estava no auge da sua crise, sem dinheiro, promovendo diversos cortes em seu quadro de empregados.

Jornalista foi demitida antes de entrar no ar

Veja também:

Em uma carta, Cláudia revelou que no dia da sua demissão, tudo parecia aparentemente normal, já que ela se arrumou e estava pronta para entrar no ar. No entanto, foi chamada por uma pessoa novata no RH. No momento em que foi acionada, a jornalista disse que sentiu a sua demissão, o que minutos depois se confirmaria, para espanto dela e dos demais.

Colocada na rua, a jornalista revela que foi impedida de caminhar na emissora sem a escolta de alguém, e foi o que ela fez. Ela revela que se despediu de cada funcionário, e que via o momento de lágrimas nos olhos, ao saberem que ela tinha sido desligada. A jornalista revelou ainda que no dia da sua demissão, nenhum chefe de redação, ou alguém grande na emissora se encontrava para que pudesse olhar nos seus olhos e dizer alguma coisa. A jornalista ainda disse que sua demissão foi ilegal, visto que ela pertencia ao CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) da empresa e que por isso ela ainda tinha 1 ano de emprego garantido.

Claudia Tavares está de volta a TV Cultura por ordem judicial (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar