Emissoras, Noticia, RecordTV

Jornalista da TV Itapoan, afiliada à Record em Salvador, recebe demissão após declaração comprometedora

Uma declaração nas redes sociais feita pela jornalista Patrícia Abreu, que apresentava o telejornal BA Record, acabou resultando em sua demissão da TV Itapoan, emissora a qual é afiliada à Record TV em Salvador, após ter declarado a um fã em seu Instagram que talvez voltasse a trabalhar na TV Bahia, afiliada da Globo no estado.

Tudo aconteceu quando Patrícia publicou na mesma rede social uma foto em que aparecia celebrando os 40 anos do Globo Esporte, completados no dia 14 de agosto, onde afirmou “sentir saudades”. Diante disso, um seguidor então decidiu falar que lhe “preferia ver” no esportivo local. Porém, logo depois, ela disse que, no momento, estava como contratada da Record, mas que “tudo poderia acontecer”.

Com isso, após essa declaração, um print do comentário feito pela jornalista começou a se espalhar em grupos de WhatsApp de funcionários da TV Itapoan, além de outros veículos de comunicação da cidade baiana. Desta forma, o ocorrido foi visto pelos diretores da emissora como uma espécie de desrespeito a afiliada da Record, que logo passou a vigiar as redes sociais de sua agora ex-funcionária.

Segundo o Notícias da TV, na última sexta-feira (31), dia este em que a demissão da âncora aconteceu, Patrícia estava se preparando para entrar de férias no canal, quando foi convidada a comparecer na sala da direção da casa, depois de apresentado o telejornal, para participar de uma reunião. Ao chegar lá, a jornalista foi avisada por diretores que seu contrato seria rescindido.

Em contato com a TV Itapoan, a assessoria da emissora informou ao Notícias da TV que Patrícia Abreu saiu de lá por “questões editoriais”. Porém, em contrapartida, ela se manifestou ao dizer que ficou bastante surpresa com o ocorrido e que no dia foi proibida pelo canal de falar sobre suas férias aos telespectadores.

Veja também:

“No meu último dia, me disseram pelo ponto eletrônico para não dizer que estava saindo de férias, nem quando eu retornaria ao jornal. Eu me despedi desejando um excelente fim de semana”, relatou a morena. Depois disso, a ex-apresentadora do BA Record ainda disse que recebeu um recado de Fabiano Falsi, gerente de Jornalismo da TV Itapoan, pedindo para que ela se dirigisse até sua sala com urgência, com o objetivo de comunicá-la que estaria a desligando da empresa por “motivos administrativos”.

No mais, Patrícia também informou a publicação de que ela, no sábado (01), encontrou Fábio Tucilho, diretor-geral da emissora, em um shopping da capital baiana, e que o mesmo a ignorou. “Eu o abordei para saber o motivo da minha demissão. A audiência estava boa e gostaria de falar sobre a minha saída, mas ele foi embora. Ele me avistou no shopping, mudou de caminho, mas eu fui atrás. Foi ele quem me contratou, mas não estava no dia da demissão. Quando perguntei o motivo de ser demitida, ele apenas saiu andando sem falar nada. Achei uma tremenda falta de respeito”, descreveu.

Desempregada, a jornalista contou ao mesmo site que agora planejará tirar umas férias e que “quer sair sem pensar no que fazer, sair sem rumo”. Mesmo assim, a profissional se mostra bastante grata aos colegas e fãs que lhe deram total apoio após sua demissão do canal. “Não esperava o carinho de tantas pessoas”, salientou.

Vale ressaltar que Patrícia Abreu ficou somente durante 13 meses na TV Itapoan, à frente do BA Record, e que, antes disso, ela trabalhou na TV Bahia apresentando o Globo Esporte local, ao longo de 13 dos 16 anos em que integrou o casting de contratados da afiliada global.

Patrícia Abreu durante apresentação do BA Record (Foto: Reprodução)

Patrícia Abreu durante apresentação do BA Record (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar