Celebridades

Irmão de atirador pede perdão à Ana Hickmann: “Sinto muito por essa moça e a cunhada dela”

O atentado sofrido pela apresentadora Ana Hickmann, no último sábado, 21 de maio, continua repercutindo entre os veículos de comunicação. A família de Rodrigo Augusto de Pádua, autor do delito, está chocada com o fato. O cobrador de ônibus Helisson Augusto de Pádua, irmão do rapaz que foi morto à tiros no local do incidente, em entrevista ao jornal “Extra”, pediu perdão à Ana Hickmann e à cunhada dela, Giovana Oliveira, que acabou sendo ferida com um dos tiros efetuados por Rodrigo.

“A dor que minha família está sentindo é indescritível. Nosso irmão era muito amado e era uma pessoa muito boa. O que aconteceu foi uma fatalidade, inexplicável. Meu pai entrou em desespero essa noite e teve uma crise. Ele é um homem fechado e guardou tudo, mas desabou. Minha mãe, que tem problema de coração também chora muito. Rodrigo sempre esteve ao lado deles. Ele guardou um lado que não conhecíamos (…) Eu sinto muito por essa moça Ana Hickmann e a cunhada dela”, disse.

O cobrador e sua família nunca suspeitaram que Rodrigo fosse violento e descontrolado. “A gente não consegue acreditar nesse amor que ele nutria pela Ana. Não sabemos da onde surgiu essa imaginação dele. Ele dizia que ela se comunicava com ele. Como ele mandou muitas mensagens obscenas para ela, quando foi bloqueado (nas redes sociais), ele se sentiu rejeitado. Isso pode ter motivado (o atentado)”, contou.

O rapaz não contou a ninguém o que pretendia fazer. Helisson diz que só ficou sabendo que o irmão estava em um hotel na madrugada de sábado, mas sem desconfiar de suas reais intenções. “Minha namorada já tinha me alertado sobre o Instagram do Rodrigo com as fotos de Ana Hickmann. Então, quando vi em um jornal onde a Ana estava, eu liguei uma coisa à outra. Ele foi até o hotel por causa dela. Eu fiquei preocupado com qual seria a reação dele perto dela porque, na reportagem, dizia que ela ia se encontrar com o público. Pouco tempo depois, meu outro irmão ligou para dizer que um homem tinha sido morto ao tentar atacar a apresentadora. Eu tive o pressentimento que era o meu irmão”, afirmou.

Para ele, a morte de Rodrigo foi uma covardia. “Ele levou tiro na nuca e foi mordido no braço. Isso não está bem explicado. Ele foi atingido quando estava de costas e isso tem que ser investigado. Eles mesmos disseram que meu irmão declarou que não tinha a intenção de matar ninguém”, concluiu.

Irmão de Rodrigo Augusto deseja melhoras à Ana Hickmann
Irmão de Rodrigo Augusto deseja melhoras à Ana Hickmann