Emissoras

Internautas acusam a Globo de racismo por causa de “Supermax”; entenda a polêmica

Essa semana a Globo estreou “Supermax”, a série tem um formato inovador onde a história toda se passa em uma prisão. Além disso a trama apresenta histórias macabras, onde presidiários disputam o premio de R$2 milhões e apenas um sairá vivo do local.

Com uma boa audiência e excelente repercussão a nova aposta da emissora se envolveu em polêmica, isso porque internautas estão acusando o canal de racismo, visto que a série não tem personagens negros. Com grandes nomes no elenco como Mariana Ximenes e Cleo Pires a atração conta apenas com atores e atrizes brancos.

Veja também:

Nas redes sociais vários internautas criticaram a atitude da emissora, até porque no Brasil a maioria dos detentos são negros. Vale ressaltar que embora esteja no ar à uma semana, essa não é a primeira polêmica da atração, visto que a cena em que um gato preto é torturado provocou grande repercussão e críticas na web.

"Supermax" não tem atores negros (Foto: Reprodução/Hugo Gloss)

“Supermax” não tem atores negros (Foto: Reprodução/Hugo Gloss)

Você também pode gostar