Novelas

Império: José Lucas agora será assessor de José Alfredo

jose alfredoA relação entre José Alfredo (Alexandre Nero) e José Pedro (Caio Blat), que nunca foi muito boa, vai ficar ainda pior em “Império”. Tudo porque o Comendador vai transformar João Lucas (Daniel Rocha) em seu assessor pessoal. O caçula será obrigado a trabalhar na Império para não ser expulso de casa. “Pode colocar mais uma vela no seu altar, dona Marta. Agora além da Clara (Andréia Horta), também tou no páreo contra seu preferido, Zé Pedro, na disputa do trono!”, diz ele para Marta (Lília Cabral). No primeiro dia de trabalho do caçula na empresa da família, Lucas e Pedro têm uma tremenda briga. É que o primogênito não aceita que o irmão ocupe o cargo de confiança do pai. Para piorar, Zé Alfredo diz que Lucas tem direito a uma secretária e uma sala próxima à sua.

O problema é que a sala de Lucas não fica pronta e o Comendador manda ele dividir a sala com Pedro. Mas antes mesmo de saber que vai ter que trabalhar ao lado do caçula, o administrador da Império vai bater boca com o irmão quando o flagra sentado na cadeira do pai em sua casa. “O que está fazendo aí? Essa cadeira é dele! A não ser que você esteja esquentando o meu lugar para daqui a algum tempo”, diz José Pedro, irritado.

João Lucas aproveita para zombar do irmão. “Ficou com ciuminho de me ver aqui? Pois eu adorei a cadeira, parece que eu nasci aqui”, provoca Lucas. José Pedro é irônico: “Ela ficou bem em você. Sabe que ficou? Mas você é que não ficou bem nela”. João Lucas ri: “Ei, cessar-fogo, trégua, anistia, acordo de paz, bandeira branca! Qué isso? Não é uma guerra!”. “É que você me provoca. Sabe muito bem que esse lugar vai ser meu, o primogênito, trabalho aqui há anos, suo a camisa, me dedico 24 horas, e me irrito com suas criancices de quem acabou de chegar”, dispara José Pedro.

João Lucas continua provocando o irmão mais velho. “Está legal, não precisa ficar nervosinho. Quer que eu lustre a cadeira, passe uma cera com brilho ou sem brilho, senhor Máster Pedro?”, pergunta o rebelde. ”, ironizará o rebelde, após trocas de ofensas típicas de meninos mimados. “Você é um idiota. Mas algum dia eu vou tá aí, sim, mandando em tudo, inclusive em você!”, grita Pedro. Lucas completa dizendo que a primeira coisa que ele vai fazer é mandar tirá-lo dali. “Vou mandar tirar algumas coisas, sim. Essa cadeira, depois que você sentou nela, pra não correr o risco de me infectar com a sua cretinice… e a foto desse monte ridículo, que a mim não diz nada”, continua Zé Pedro.

O caçula olha a foto e responde o irmão. “Engraçado, mas já pra mim… esse monte me diz alguma coisa, sim… (se levanta) Um dia, eu ainda vou lá! (passa pelo irmão, encarando-o) Mas isso é pra aventureiros, pra quem tem coragem. Não pra almofadinhas…”, fala Lucas, que sai. Ao ver que está sozinho, José Pedro é quem vai sentar na cadeira.

 

@Globo