Celebridades

Igrejas se unem para baratear aluguel de horários nas TVs

No Brasil é extremamente comum os “tele cultos”, que são programas que invadem a grade de algumas emissoras – leia-se RedeTV, Band, Gazeta, CNT e Record TV – com o objetivo de levar a palavra de Deus aos fieis. Em meio a um culto e outro, uma doação é pedida, colher da fé, copo da fé e outros objetivos que surgem com o objetivo de fazer com que as igrejas consigam ter seus ganhos.

No entanto, ainda que não revelem abertamente os valores gastos com esses programas, segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, estima-se que as negociações das igrejas com emissoras movimentam algo em torno de 600 milhões  de reais por ano. Acontece que as igrejas se uniram para que em 2017, elas consigam pressionar as emissoras a reduzirem o valor dos alugueis.

Veja também:

O argumento usado é o de que com a crise financeira, os fieis deixaram de ir a igreja, que como consequência deixaram de ter seus ganhos, provenientes do dizimo, o que no final das contas acaba criando um déficit na arrecadação, se comparado ao mês anterior. Vale dizer que a Universal pretende cortar gastos até na Record, já que a igreja está construindo uma nova versão do Templo de Salomão, dessa vez em Brasília.

Igrejas vão tentar baratear os valor dos alugueis (Foto: Reprodução)

Igrejas vão tentar baratear os valor dos alugueis (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar