TV

Homem invade gravação de “A Força do Querer” e é preso

Um tumulto se instaurou nos últimos dias durante uma gravação de “A Força do Querer”. A novela está rodando algumas cenas na cidade fluminense de Cabo Frio, que é o cenário da cidade pacata onde Bibi (Juliana Paes) e Rubinho (Emílio Dantas) escolheram fazer nova vida. No entanto, durante uma das gravações, um homem invadiu o local e agrediu profissionais da Globo.

As informações são do jornal “O Dia”, que ainda detalham o fato de que ele era militante de Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República em 2018. Tratava-se de um médico, que proferia palavras de ordem e direcionava escórias à equipe. Nem mesmo Juliana Paes, que gravava no momento do tumulto, se livrou dos xingamentos. Só bastava o diretor dizer “gravando” e o homem começava a gritar. Diante da ocasião desconfortável, a produção teve que pedir apoio à Polícia, que o prendeu por desacato à autoridade devido seu descontrole até mesmo contra as autoridades.

Prisão de integrante do elenco de “A Força do Querer”

Esta não foi a primeira polêmica nos bastidores de “A Força do Querer”. A equipe que trabalhava nas gravações da novela foi surpreendida com a presença da Polícia Civil no dia 30 de agosto. Enquanto estava sendo rodada uma sequência na comunidade Tavares Bastos, no Rio de Janeiro, um integrante do elenco da novela foi detido pelas autoridades que mudaram a rotina comum dos trabalhos da novela global.

Veja também:

De acordo com informações do colunista Flávio Ricco, tratava-se de Luis Fernando Ferreira dos Santos, que era um dos figurantes e estava sendo investigado por roubo de veículos e cargas. O homem não resistiu a prisão e a Globo não comentou ainda o episódio.

Rubinho e Bibi em “A Força do Querer” (Imagem: Divulgação/Globo)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar