Esporte

Goleiro da Chapecoense é resgatado e perde a perna após acidente de avião

Nesta terça-feira, 29 de novembro, o acidente de avião do time Chapecoense, de Santa Catarina, na Colômbia, deixou o país chocado. A tragédia causou muitas mortes e, dentre os feridos, estão internados o zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel. Além deles, mais quatro atletas foram resgatados com vida, incluindo o goleiro Jackson Follmann.

No entanto, de acordo com as informações da repórter Lívia Laranjeira, do SporTV, Jackson teve uma de suas pernas amputada como sequela do acidente. Em entrevista ao “G1”, Paulo Follmann, pai do atleta, falou sobre o assunto. “Em um acidente de avião, você sabe que a chance de sobrevivência é praticamente zero. Então, ele estar entre os sobreviventes é um milagre de Deus. A gente só está numa agonia para saber o estado de saúde dele, não sabe nada por enquanto. Se sabe que ele está no hospital”, disse ele.

Veja também:

Marisa, a mãe do rapaz, relatou como recebeu a notícia do acidente. “A gente acordou com uma ligação da noiva dele, que tinha acontecido esse acidente. Na hora meu marido entrou em choque, ficou apavorado. Eu também. A gente fica sem chão, mas coração de mãe nunca se engana. Meu coração dizia que Deus estava protegendo ele, que ele estava bem”, contou ela.

Jackson Follmann teve uma das pernas amputada após tragédia (Foto Reprodução)

Jackson Follmann teve uma das pernas amputada após tragédia (Foto Reprodução)

Você também pode gostar