Novelas

Glória Perez comemora grande sucesso de A Força do Querer

Após ter assinado o grande fiasco que foi Salve Jorge (2012), Glória Perez conseguiu dar a volta por cima à frente de A Força do Querer. No ar desde abril, o folhetim terminou nesta última sexta-feira (20) como a novela de quarta maior audiência da década no horário nobre, e com resultados vistos apenas em Avenida Brasil (2012).

Em entrevista concedida à revista Veja, a autora revelou que usou a mesma tática de suas novelas anteriores, como em seu outro grande sucesso, O Clone (2001). “Me interessa falar da dificuldade em aceitar as diferenças: nas outras novelas, fiz isso opondo culturas. O importante no mundo de hoje, onde a xenofobia alcança proporções insuportáveis, é falar de tolerância à diversidade”, disse.

Assim como já foi noticiado aqui no Famosos na Web, na década de 1980, Glória havia desenvolvido uma minissérie sobre João W. Nery, primeiro homem transexual do Brasil, e que serviu de inspiração para a criação de Ivan, interpretado por Carol Duarte. “Se a compreensão hoje é difícil, imagine naqueles anos 80. Não se sabia nada sobre transgêneros”, avaliou.

Veja também:

Ainda durante a entrevista, a veterana lamentou que no início do ano Vera Fischer fez queixa nas redes sociais por ter tido pouco destaque em Salve Jorge, seu último trabalho fixo nas telinhas até então. “Fiquei magoada, sim. A Vera fez uma das personagens mais queridas da minha carreira, a Saninha, de ‘Desejo’. Em ‘Salve Jorge’, ela estava atravessando uma fase difícil, e sabe bem porque teve de ser como foi. Não guardo mágoas desnecessárias”, garantiu.

A autora Glória Perez (Foto: Reprodução)

A autora Glória Perez (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar