Emissoras

Globo se rende a crise e corta regalias de Galvão Bueno

Os tempos de vacas magras estão forçando a Globo fazer sacrifícios árduos em atitudes que até então eram um costume. Antes, as coberturas da Fórmula 1 e de campeonatos de Futebol na Europa tinham todo um aparato com direito a uma equipe no local onde acontecesse a transmissão.

No entanto, de acordo com a colunista Keila Jimenez, agora as coisas estão completamente diferentes. Desde o ano passado, Galvão Bueno teve todas as viagens cortadas. O narrador está tendo que se acostumar a fazer grandes transmissões direto dos estúdios da Globo no Rio de Janeiro.

Veja também:

Ou seja, agora ele não se desloca mais para o local onde está acontecendo o evento, e narra tudo de acordo com o que aparece no vídeo. A atitude serve para economizar ainda mais, em uma época onde se deve ter cautela antes de fazer qualquer gasto. Com as relações abaladas entre CBF e Globo, cada vez mais fica longe a possibilidade de Galvão voltar a fazer suas viagens a trabalho.

Galvão Bueno é o principal narrador da Globo
(Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar