Emissoras

Globo retira identificação de microfones após agressão em velório de Marisa Letícia

Intimidada pelos simpatizantes do partido de Lula e sem querer desistir da cobertura, a Globo acabou utilizando uma tática que estreou em 2013, nas manifestações que pediam pelo fim da corrupção no Brasil e a saída da presidente Dilma Rousseff.

Em reportagens direto do local do velório da ex-primeira-dama Marisa Letícia, a emissora aparecia com seus repórteres utilizando microfones sem identificação. As canoplas foram retiradas e os equipamentos estavam neutros, para evitar novos burburinhos entre os militantes.

Veja também:

A primeira matéria direto do local em que um jornalista surgiu sem canopla foi com Renato Biazzi. Antes dele, todos os que apareciam estavam normalmente com a identificação. A atitude por parte da Globo com seus repórteres começou após uma equipe ser agredida e expulsa do local por manifestantes, conforme noticiado anteriormente aqui pelo Famosos na Web.

Renato Biazzi. (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar