Globo, Noticia

Globo reedita Brasil A bordo antes de levar ao ar

A TV Globo, estreou na noite desta quinta-feira, 25 de janeiro de 2018, mais uma série de comedia, sendo assim, a emissora carioca tomou uma decisão antes da estreia desta noite, isso mesmo, o canal da família Marinho reeditou a série antes mesmo de ser exibida em rede nacional.

O canal da família Marinho antes de levar ao ar a série, colocou ela em sua plataforma social no Globo Play, sendo assim, após receber diversas críticas, o canal resolveu simplesmente reeditar algumas cenas e encurta outras na série, pegando, todos aqueles que assistiram a mesma de surpresa nesta noite.

Globo lança todos os episódios de “Brasil a Bordo”, que estreia em 2018

A Globo disponibilizou nesta quinta-feira, 4, na sua plataforma sob demanda, a Globo Play, todos os episódios da sua nova sitcom, “Brasil a Bordo”, de Miguel Falabella, e que conta com o mesmo no elenco. A ação é inédita na qual a emissora libera todos os episódios de uma produção na íntegra, e ainda mais com bastante antecedência antes da estreia na TV.

O humorístico estreia na televisão apenas em 2018. Gravada desde meados de setembro do ano passado, a produção têm outros nomes como Miguel Falabella, Arlete Salles, Luis Gustavo, Maria Eduarda de Carvalho, Mary Sheila de Paula, Marcos Caruso, Ney Latorraca, Magno Bandarz, Rafael Canedo e Niana Machado no elenco.

Veja também:

O lançamento do seriado seria para acontecer ainda em 2016, mas com a tragédia do avião do time da Chapecoense em novembro, a estreia foi adiada, para evitar o clima ruim, já que a história gira em torno de uma companhia aérea à beira da falência.

“Brasil a Bordo” conta a história da família Cavalcanti, dona da Piorá Linhas Aéreas, uma empresa de aviação completamente mambembe. Acostumados à vida boa que o trabalho trambiqueiro praticado na companhia sempre proporcionou, a matriarca Berna (Arlete Salles), seu marido Gonçalo (Luís Gustavo), os comandantes Vadeco (Miguel Falabella) e Durval (Marcos Caruso), seus filhos, sobrinhos e genros se veem na pior quando a instabilidade econômica do Brasil atinge em cheio os já mal administrados negócios da família.

Instaurado o caos, a situação se agrava quando a Justiça declara a falência da empresa e obriga os Cavalcanti a retomarem as atividades com uma “pequena” condição: que os funcionários da Piorá também tenham participação no quadro diretor da companhia. É este o ponto de partida da série.

Atriz ao lado de Miguel Falabella e Marcos Caruso (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar