TV

Globo provoca e discute tema que foi censurado pela Record

De maneira lamentável, uma série jornalística da Record foi completamente reeditada a mando de um bispo da Igreja Universal. O Famosos na Web inclusive noticiou a cerca da maneira aberta em que a série trataria das relações entre pai e filho, mas que acabou sendo censurada. Por outro lado, a Globo resolveu discutir o assunto no “Conversa com Bial” desta quarta-feira, 09 de agosto.

Recebendo a participação do ator Cauã Reymond, Bial comentou em conjunto com o jornalista Marcos Piangers e a youtuber Helen Ramos sobre a paternidade. A exibição do programa falando disto acontece exatamente quando, sua principal concorrente, está evitando de tocar no assunto. Há quem veja isto como provocação, e é uma grande maioria que pensa assim.

Entenda o caso

Há bastante tempo a Record estava prometendo a exibição de uma série dentro do “Jornal da Record”, que ganhou título de “Novo Pai”, que mostraria basicamente as relações familiares em diversas configurações de família. Um trabalho primoroso do jornalismo, que mostraria famílias cujos os pais eram homossexuais, assim como héteros, dentre outras formulações de família.

Veja também:

No entanto, um bispo da Igreja Universal não gostou nada do que viu nas chamadas e poucas horas antes da série entrar no ar acabou exigindo que todas as partes em que famílias homossexuais aparecessem deveriam ser cortados. Apenas o conceito “normal” de família deveria ser mantido, evitando assuntos polêmicos. Claro que a equipe do telejornal se viu correndo para promover as edições necessárias em um curto espaço de tempo. Essa não é a primeira vez que alguém do alto escalão da IURD se intromete no jornalismo, dentre outras pautas da Record. Informações do colunista Flávio Ricco.

Globo discute tema que foi censurado pela Record (Imagem: Ramon Vasconcellos/Globo)

Você também pode gostar