Emissoras, Globo, Noticia

Globo planeja realização de novos cortes na área de esportes

Não só o SBT, a Record e a TV Gazeta, mas a Globo também segue realizando a demissão de vários profissionais na tentativa de economizar ainda mais nas despesas. Após o corte de 40 profissionais na área do esporte, que aconteceu em meados de outubro, conforme foi informado aqui no Famosos na Web, o canal planeja dispensar ainda mais nomes.

O Grupo Globo pretende fazer mudanças na direção de mídias digitais, e nisso, Erick Brêtas, seria substituído por Guilherme Saraiva, nome atualmente à frente da tecnologia da Rede Telecine. De acordo com informações, Brêtas chegou a pedir demissão após sentimento de desmerecimento, mas por fim acabou permanecendo na equipe.

+ Rejeição força Globo a “apagar” Fórmula 1 e tirar Galvão Bueno da narração

+ Globo lança novo júri do The Voice Kids em coletiva de imprensa

+ Repórter da Globo é alvo de zoação de estudantes ao vivo

Além disso, um novo corte, atingindo um número ainda maior de profissionais, está sendo cogitado para após a cobertura da Copa do Mundo, na Rússia, que acontece nos meses de junho e julho de 2018, e que pode derrubar a grade de programação da emissora carioca no próximo 1º de dezembro, dia em que acontece o sorteio de grupos para a competição futebolística.

Globo demitiu 40 profissionais na área do esporte

Veja também:

No dia 17 de outubro, a Globo deu início a realização de vários cortes na sua área de esportes, e acabou demitindo cerca de 40 profissionais. Com um objetivo de rever a forma de atuação das diferentes áreas que atendem ao esporte, a série de cortes mira, além da Globo, o SporTV e o site Globoesporte.com.

De acordo com informações do site NaTelinha, nomes como Marco Aurélio Souza, Luciana Ávila e Vanessa Riche já foram dispensados, além dos repórteres do SporTV, vulgo Marcos Carvalho, Pedro Motta, Cynthia Martins e Gustavo Machado, incluindo outros profissionais, como os câmeras, diretores e gerentes.

Cesar Seabra, que ocupava o cargo de diretor de esportes em São Paulo, estava trabalhando com o grupo desde meados de 1995, segundo anunciado pelo site Notícias da TV. A demissão de Seabra foi um tanto surpresa, já que neste último ano, ele se destacou no processo de sinergia entre as redações de esportes das três redes.

Procurada, a assessoria da Globo não confirma oficialmente o número de demissões, e divulgou a seguinte nota: “Desde outubro de 2016, quando a área de Esportes passou a atuar em um novo modelo organizacional, trabalhamos intensamente para implementar uma estrutura funcional ainda mais dinâmica. O projeto como um todo não nasceu com o objetivo de cortar pessoas e sim de rever a forma de atuação das diferentes áreas que atendem ao Esporte, criando uma visão sinérgica”.

Globo segue demitindo profissionais (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar