Emissoras, Globo, Noticia

Globo investiga vínculos de seus funcionários com negócios fora da emissora, afirma colunista

De acordo com o colunista Ricardo Fentrin, do UOL, após a demissão de Mauro Naves, a Globo está sendo mais mais cautelosa com seus profissionais. De maneira discreta, a emissora está convocando todos os funcionários dos seus departamentos de Jornalismo e Esportes para revelar se alguém tem alguma empresa fora da emissora ou sócio de algum estabelecimento comercial, seja com parentes, amigos ou individualmente.

Segundo a coluna, ninguém vai ser demitido se tiver algum empreendimento. Porém, tudo deve ser deixado às claras para que, se caso o profissional fizer uso desse empreendimento dentro do canal, que ele não use sua própria empresa como exemplo.

Um dos motivos para a demissão de Mauro Naves foi que ele não havia revelado à emissora que, além de ter dado o telefone do pai de Neymar para o advogado de Nájila Trindade, ele também era sócio do advogado em um restaurante em São Paulo. Além disso, a Globo está monitorando as redes sociais e atividades extra-globais de seus funcionários.

Veja também:

O canal carioca está cada vez mais atento até na exibição de marcas na vestimenta de entrevistados, e vai continuar a apagar ou encobrir digitalmente marcas de roupas de entrevistados ou de estabelecimentos diante dos quais são gravadas externas.

Mauro Naves foi demitido da Globo (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar