Emissoras, Globo

Globo engana telespectadores de estados que não participam do horário de verão

Para refrescar a mente de muitos, durante o horário de verão, a Globo não exibe a programação ao vivo para todo o Brasil. Os estados que não se incluem neste sistema passam a receberem o sinal da Rede Fuso que, na prática, é o delay nos horários das atrações. Apenas pela noite que o “Jornal Nacional” passa a ser exibido em rede, pois os estados que não participam do horário de verão o exibem logo após os telejornais locais.

No entanto, como parte da programação da Globo é ao vivo, devido a este delay, alguns programas deveriam serem exibidos com o selo de “gravado”. Mas, não é isto que foi verificado no primeiro dia da Rede Fuso após o início de mais um período com as diferenças de horários pelo país. Alguns leitores denunciaram que programas como o “Vídeo Show”, mesmo indo ao ar gravados, estavam sendo exibidos com o selo de “ao vivo”.

Globo acabou com a Rede Fuso em alguns estados

Para barrar a queda na audiência nos últimos anos, a Globo decidiu pelo fim da Rede Fuso permanente em alguns estados. O sinal criado para as regiões que, durante todo o ano, têm horários diferentes foi extinto. Com isto, a programação da emissora carioca nesses locais passou a ser exibida ao vivo, na época. A atitude, que só tem serventia quando não está funcionando o horário de verão, existiu para integrar ainda mais o país, que acompanhou ao mesmo tempo todos os programas, sem diferenças na exibição.

Veja também:

Desde sua criação em 2008, o sinal diferenciado exibia para alguns estados do Norte e Centro-Oeste a grade da Globo Nacional com uma hora de atraso e, no período do Horário de Verão, com duas horas. Já no caso do Mato Grosso do Sul, Amapá, Pará e toda a região Nordeste, a Rede Fuso não foi extinta, pois só é seguida no Horário de Verão, com uma hora de atraso.

No entanto, a novidade só teve uma exceção. Por ter um fuso horário de duas horas, o Acre exibiu a programação ao vivo da Globo apenas no período da manhã até a “Sessão da Tarde”, que terá filmes mais longos excepcionalmente para telespectadores de lá, para atrasar as atrações sucessoras e exibi-las gravadas.

Flagra de um telespectador no Maranhão, que acompanhou o “Vídeo Show” com o selo ao vivo, mas que na verdade era gravado (Imagem: Reprodução/Globo)

Você também pode gostar