Emissoras

Globo é detonada por telespectadores de Belém do Pará; saiba o motivo

Uma das praças do Brasil onde a Globo mais sofre com audiência se chama Belém. A capital do Pará coloca constantemente a Record na liderança, fazendo com que a emissora carioca encontre uma barreira em sua hegemonia. Sendo assim, eles providenciaram uma tática para chamar atenção dos telespectadores paraenses. Em “A Força do Querer”, parte da história se passa naquela região.

As gravações aconteceram inclusive por lá, e todos os trejeitos e sotaques dos personagens foram adaptados para se parecerem com os moradores do Pará. No entanto, de acordo com o jornal “Agora S. Paulo”, a Globo está sendo arduamente detonada. Muitos estão criticando a maneira com a qual os atores tentam imitar os sotaques paraenses.

Veja também:

Dizem que eles estão fazendo sotaque de nordestinos, e que as expressões usadas não tem nada a ver com a que eles utilizam. Outra questão é quanto a trilha de Ritinha, papel vivido por Isis Valverde, que é um forró, ritmo que não é da cultura local. Em nota, a Globo responde que não tem a intensão de fazer os personagens de “A Força do Querer” parecerem com paraenses, mas com moradores da cidade fictícia de Parazinho, e que não tem compromisso com a realidade, pois é uma história da ficção.

Isis Valverde nas gravações de “A Força do Querer” no Pará. (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar