Emissoras, Globo, Noticia

Globo é acusada de pagar propina à CBF

Alejandro Burzaco, afirmou, em depoimento feito no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, nesta terça-feira (14), que pagou propina para executivos Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol), sendo dois ex-presidentes da CBF e o atual gestor da entidade, Marco Polo Del Nero, além de parcerias feitas com algumas empresas da mídia, como a Globo, Media Pro (Espanha), Fox Sports (EUA), Televisa (México) e duas de intermediação.

O ex-executivo da empresa Torneos y Competencias, preso em domicílio desde 2015, está sendo julgado ao lado dos ex-presidentes da federação paraguaia e peruana, respectivamente. Durante o julgamento, o argentino confessou que cometeu os crimes de lavagem de dinheiro, fraude e conspiração, destacando que pagava propina para dirigentes em troca de apoio na negociação de contratos.

Diante das acusações feitas, Buzarco não entrou em detalhes sobre a Globo, e, ao ser perguntado se as empresas parceiras eram informadas sobre o pagamento de propina mencionando o contrato da Copa Libertadores, ele citou apenas a Fox Sports pan-americana. Em nota oficial, o canal da família Marinho se pronunciou sobre o assunto. Confira abaixo:

Veja também:

“O Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina. Esclarece que após mais de dois anos de investigação não é parte nos processos que correm na justiça americana. Em suas amplas investigações internas, apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos. Por outro lado, o Grupo Globo se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido.”

Globo foi acusada de pagar propina (Foto: Reprodução)

Globo foi acusada de pagar propina (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar