Celebridades, Noticia

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso agradecem apoio após ataques racistas contra filha

Diante das agressões sofridas pela filha Titi, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso agradeceram nas redes sociais o apoio que vêm recebendo de fãs. Em um texto publicado no perfil de Ewbank, as hashtags faziam ênfase a campanha de Antirracismo que recebeu maior apoio, principalmente, após os ataques de Day McCarthy contra a garota de 4 anos.

Queremos agradecer por todas as mensagens e formas de carinho que recebemos nesses últimos dias. Estamos fortes e determinados em seguir fazendo o que é certo e buscar justiça. Não foi a primeira vez que passamos por isso, certamente não será a última, e sabemos que como a nossa filha, milhares de outras pessoas são vítimas de agressões e preconceitos diariamente nesse país. Como disse Gil, hoje o racismo não está mais velado e sim revelado, e mais do que nunca precisa ser encarado de frente por todos nós. Estamos juntos nessa luta. Obrigado por todo apoio. Vamos até o fim por amor, respeito e igualdade racial“, escreveu a atriz em uma linda foto onde aparece ela, Titi e Bruno. 

+ Socialite ataca filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank

+ Socialite que chamou filha de Gagliasso de macaca já traiu a confiança de Anitta

+ Fã criticou a forma como é criada a filha de Gagliasso

Bruno Gagliasso presta queixa na delegacia

Veja também:

Um episódio lamentável fez com que Titi, a filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, fosse foco de manchetes ao longo deste fim de semana. Day McCarthy atacou a garota com comentários racistas. No entanto, ela deve pagar pelo que fez diante das autoridades. Isto porque, Gagliasso se fez presente na manhã da última segunda-feira, 27 de novembro, na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O ator prestou queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que lhe deu todo o apoio necessário diante da lamentável situação protagonizada pela socialite. Segundo o global, a Polícia já localizou o endereço da socialite e há outros crimes em que ela está respondendo.

Não vai ficar impune. A delegada foi bem clara pra mim: ‘Bruno, ela cometeu um crime. Ela pode estar em qualquer lugar do mundo, ela vai ter que responder por isso’“, afirmou o pai da garotinha de 4 anos para a imprensa que estava presente no momento de sua saída do local. “Ela vai pagar por isso“, garantiu ele.

A delegada Daniela Terra, responsável pelo caso, disse que um inquérito foi aberto contra McCarthy, onde mantém este nome para esconder sua real identidade. As informações apontam que a mulher mora no Canadá. “A legislação aplicada é a brasileira e o processo penal vai seguir com ajuda do Ministério da Justiça“, explicou a oficial em entrevista ao G1.

Bruno Gagliasso, Titi Gagliasso e Giovanna Ewbank (Imagem: Divulgação)

Bruno Gagliasso, Titi Gagliasso e Giovanna Ewbank (Imagem: Divulgação)

Você também pode gostar