Celebridades

Gilberto Barros faz declaração polêmica sobre gays: “Não é normal”

Gilberto Barros foi entrevistado pelo canal do YouTube “Não Salvo”. Logo de início, ele contou sobre uma proposta inusitada: o projeto em questão seria de que todas as emissoras de rádio e TV deveriam transmitir o hino brasileiro às 19h, diariamente, e foi bastante polêmico ao declarar que a falta de nacionalismo está ligado a temas como a orientação sexual. “Temos que cultivar o verde e o amarelo. A minoria está vencendo a maioria brasileira, o que é uma hetacombe. O poste faz xixi no cachorro. A banana come o macaco”, afirmou.

“A gente está achando que é natural ser veado ou sapato. O respeito a homossexualidade deve ser absoluta. Agora, não venham me dizer que tenho que pensar diferente, pois a liberdade que tenho é de pensamento e expressão”, afirmou o apresentador, afastado das telinhas desde que não teve seu contrato renovado pela RedeTV! em 2015.

Gilberto ainda continuou, revelando que tem amigos gays, e que eles já sabem que o artista não trata a homossexualidade como algo normal. “Temos que perder a hipocrisia! Homofobia não é o que eu estou dizendo aqui. Pelo contrário, estou defendendo os homossexuais aqui. Mas não me obriguem a achar que é normal. Homem é homem. Mulher é mulher”.

Veja também:

Mudando de assunto, o ‘Leão’, que recentemente fez uma participação especial na novela “Pega Pega”, frisou que não estar trabalhando na TV é uma opção sua. “É opção minha estar fora do ar. Não quis fazer o que me propuseram… Espero que venha um convite para fazer aquilo que me dê prazer”, concluiu.

Gilberto Barros (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar