BBB

Fora do “BBB 17”, Marcos cogita processar Emilly

A noite desta segunda-feira (10), foi muito tensa para os participantes que ainda restam dentro da casa mais vigiada do país, principalmente para Marcos que acabou sendo expulso, após ter sido comprovado através de exames médicos que ele agrediu fisicamente a namorada Emilly.

Diante disso, segundo informações da revista “Veja”, o médico está cogitando a possibilidade de processar a jovem de apenas 20 anos depois de toda a confusão ocasionada durante o dia de ontem.

Ainda segundo a publicação, Marcos teria ficado extremamente nervoso quando soube que estaria fora da competição pelo prêmio de $1,5 milhão, e também gritado que iria processar a garota por ter o atrapalhado na disputa, pois ele tinha a convicção de que se classificaria, ao menos, em segundo lugar.

Marcos fala pela primeira vez sobre expulsão do “BBB 17”

A noite desta segunda-feira, 10 de abril, foi histórica no “Big Brother Brasil”. Em sua décima sétima edição, pela primeira vez se protagonizou o episódio de uma expulsão por conta de uma agressão contra a mulher.

O acusado de tudo foi Marcos Harter, que deixou a competição e pela primeira vez falou sobre o assunto. Ele divulgou uma carta aberta, a qual pediu desculpas públicas por ter protagonizado sua expulsão por agressão. Leia na íntegra:

Veja também:

“Como todo casal, passamos por momentos de alegria, ansiedade, euforia e tensão. Jamais tive a intenção de machucar física ou emocionalmente uma pessoa pela qual nutri tanto carinho e afeto. O programa tem um formato destinado a levar nosso emocional ao limite, e consequentemente os nervos à flor da pele. Repito: jamais tive a intenção de machucá-la ou agredi-la. Estou surpreso com tudo o que está acontecendo. Peço desculpas a todos os envolvidos, Emilly e sua família, demais participantes e a todo Brasil. Marcos Harter“.

Marcos depõe na Polícia nesta quarta-feira (12/04)

O cirurgião-plástico que polemizou nesta décima sétima edição do “Big Brother Brasil” e acabou exagerando na dose de grosserias vai responder às autoridades pelos seus atos. A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, receberá Marcos Harter nesta quarta-feira, 12 de abril, para um depoimento.

Em entrevista ao jornal “Extra”, a delegada Marcia Noeli Barreto afirmou que na segunda-feira, 17 de abril, é a vez do depoimento de Emilly. “É muito importante o depoimento dela. E também o resultado do laudo médico”, disse a policial.

Segundo a delegada, o ex-BBB Marcos poderá pegar entre 1 e 3 anos de cadeia pela Lei Maria da Penha, que funciona para punir os homens que agridem as mulheres. “É uma pena de prisão. Não tem essa de condenação alternativa, como era no passado. Pela Lei Maria da Penha, o Juizado Especial de Atendimento à Mulher deve ter uma equipe para atender os homens também com tratamento psicológico, por exemplo. É importante que eles se tratem. Mas isso não o afasta da penalidade”, esclareceu.

Marcos deseja processar Emilly (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar