Cinema

Filmes imperdíveis que serão removidos da Netflix. Confira!

Prática comum, a plataforma de streaming que mais produz séries em todo mundo vai remover mais de oitenta filmes de seu catálogo em fevereiro. Por isso, fique atento para não ser surpreendido com o desaparecimento daquele filme que você foi deixando para assistir depois.

São mais de oitenta títulos, mas a versão online da Revista Veja São Paulo lista treze que podem fazer você ganhar tempo na interminável busca por algo para ver nesse mundo gigantesco chamado Netflix.

Bom Dia, Vietnã – Um das melhores atuações da carreira de Robin Williams, interpretando nesta comédia dramática um radialista fora da caixinha durante a Guerra do Vietnã.

Cassandra’s Dream (ou O Sonho de Cassandra) – Suspense e traições num filme estrelado por Colin Farrell e Ewan McGregor, dirigidos por Woody Allen.

Em Busca da Terra do Nunca – A encantadora história do criador de Peter Pan (interpretado por Johnny Depp) em contato com uma viúva e seus filhos pequenos.

Embriagado de Amor – O melhor trabalho da carreira do comediante Adam Sandler, aqui experimentando um papel mais “adulto” num drama dirigido pelo badalado Paul Thomas Anderson.

Jurassic Park III – Mesmo inferior aos dois primeiros, o thriller dá conta do recado com mais história eletrizante sobre um grupo perseguido por dinossauros na ilha de Sorna.

Melancolia – O diretor Lars von Trier leva o espectador para uma história dividida em duas partes, que tem como protagonista uma mulher deprimida em meio à colisão da Terra com outro planeta.

Melancolia: Kirsten Dunst dirigida por Lars von Trier

Veja também:

Reign of Fire (ou Reino de Fogo) – Matthew McConaughey e Christian Bale numa incessante luta contra dragões.

Rota Irlandesa – Ken Loach, diretor de Eu, Daniel Blake (em cartaz nos cinemas) enfoca o drama de um mercenário inglês, que tenta descobrir a causa da morte de um amigo, ocorrida em Badgá, no Iraque.

Sangue Negro – Daniel Day-Lewis, vencedor do Oscar de melhor ator, interpreta um fazendeiro que, ao descobrir petróleo em suas terras, vira alvo de um pregador evangélico.

Rudo e Cursi – Hoje famosos, Gael García Bernal (em cartaz em Neruda) e Diego Luna (de Rogue One) pegam os papéis de irmãos que, extremamente competitivos, querem alcançar a fama como jogadores de futebol.

Tropas Estelares – Em 1997, o diretor Paul Verhoeven (de Elle) fez esta ficção científica sobre insetos gigantes dominando o planeta. Embora tenha sido muito criticado, o filme consegue se destacar no gênero por sua originalidade.

Vincere – No excelente drama biográfico italiano, o foco recai sobre Ida Dalser, dona de um salão de beleza, que pagou caro por sua cega paixão pelo ditador Benito Mussolini.

VIPs: Histórias Reais de Um Mentiroso – O documentário traz à tona a trajetória de Marcelo Nascimento Rocha, mentiroso compulsivo, que forjava identidades para entrar na alta sociedade. A história dele também virou um filme ficcional, também chamado Vips, estrelado por Wagner Moura e disponível também na Netflix.

“Sangue Negro” é um dos títulos que serão removidos da Netflix (Foto: Reprodução/Internet)

Você também pode gostar