Celebridades

Fernanda Young recebe resposta da Justiça após processo por danos morais

Após ter movido um processo em meados de 2015 por danos morais, por ter sido alvo de um ataque por um perfil falso na internet, Fernanda Young recebeu resposta da Justiça.

Na época, ela foi insultada e chamada de “lésbica”, e o juiz Christopher Alexander Roisin, da 11ª Vara Cível de São Paulo, concordou que a intenção de Hugo Leonardo, de 37 anos, era de “insultar a autora”. Ele foi condenado a pagar R$ 5 mil de multa.

O juiz explicou o valor baixo da multa: “O fato da autora ter artisticamente posado nua, de modo que sua reputação é mais elástica, inclusive porque se sujeitou a publicar fotografia fazendo sinal obsceno, publicou fotografia exibindo os seios e não se limitou a defender-se, afirmando que terceiros seriam ‘burros’”.

Veja também:

A autora se disse “extremamente ofendida” e comentou: “Eu, que sou escritora, fico me indagando o que significa uma reputação elástica. Com um linguajar que parece adequado, ele colocou em questão valores que eu não admito que ninguém coloque. Tenho uma vida familiar discreta, sou casada há 24 anos, tenho quatro filhos. Essa ‘reputação elástica’ não pode ser resultado de uma análise de assédio virtual ou verbal”.

Vinícius Tini Garcia, advogado da responsável pelo seriado “Vade Retro”, falou sobre a decisão do juiz: “A gente vai recorrer. Fiquei um pouco chocado, um pouco assustado com a decisão. Sabemos que o machismo está presente, que ainda temos uma parcela da sociedade muito conservadora, mas assusta um juiz opinar na sentença com uma conotação machista, um discurso misógino e normativo”.

Fernanda Young (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar