Celebridades

Fátima Bernardes fala pela primeira vez sobre contrato com frigorífico alvo de escândalos

Recentemente, o escândalo da Seara com o envolvimento em operações da Polícia Federal acabou colocando em jogo o nome de sua garota-propaganda. Fátima Bernardes estampou por muito tempo os comerciais da empresa, ainda na época em que as polêmicas não tinham sido instauradas.

Muito se questionou quanto a posição da contratada da Globo diante os episódios, e se ela continuaria fazendo os merchandisings da marca. Pela primeira vez, Fátima respondeu os questionamentos sobre o caso, mas não quis se ater a detalhes. “Não sou mais garota-­propaganda da marca Seara. Mas uma cláusula de confidencialidade me impede de dar detalhes sobre o fim do contrato“, pontou ela em entrevista ao “Veja”.

Faturamento de Fátima Bernardes com merchandisings

Migrando do jornalismo para o entretenimento, Fátima Bernardes viu seus rendimentos crescerem de maneira exorbitante. Ela, que ficou famosa ao se tornar garota-propaganda dos produtos Seara ao longo dos últimos três anos, está faturando ainda mais ao estampar seu rosto em uma nova marca.

Veja também:

De acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, na empresa do grupo JBS a ex de William Bonner recebia algo estimado em cerca de 1,5 milhões a cada seis meses. Agora na Rommanel, Bernardes fatura menos, mas não deixa de ser uma bolada farta.

A empresa de jóias chega a desembolsar cerca de 1 milhão de reais por ano para tê-la como garota-propaganda. Vale lembrar que os rendimentos de merchandisings da apresentadora são divididos entre o cachê da apresentação dos produtos, mais a apresentação dos mesmos produtos no “Encontro”.

Fátima Bernardes esteve estampando comerciais da Seara (Foto: Divulgação)

Você também pode gostar