Celebridades, Noticia

Ex-viciado, Latino revela ter recebido ajuda de Edir Macedo

Em entrevista concedida ao The Noite, o cantor Latino falou sobre o seu triste passado no Rio de Janeiro, esclarecendo que a mãe dele casou com um estrangeiro, e que, a partir daí, começou a experimentar uma fase tenebrosa na sua vida, onde, após ser expulso de casa pelo tio, acabou indo parar nas ruas, onde teve contato com entorpecentes, se tornando um viciado em cola.

“Quando eu tinha 9, 10 anos, minha mãe tinha casado com um gringo e me deixou com meu pai. Foi um momento muito difícil, meu pai tinha me expulsado de casa, eu estava morando com uma tia muito humilde em Engenho de Dentro e, quando eu ia para o centro do Meier, passava dias sem voltar para casa”, conta o cantor, que ressalta ter cheirado cola para inibir a fome.

Foi nas ruas que ele teve seu primeiro contato com o bispo Edir Macedo, dono da RecordTV e líder da Igreja Universal. “Num primeiro momento, eu era muito ruim com o Edir. Jogava tomate podre neles. Eles começavam a pregar 6h, 7h da manhã e sempre acordavam a gente, então os caras tacavam tomate, ovo”, diz o artista, ressaltando que, aos poucos, a relação foi mudando.

Veja também:

Ele conta que passou a engraxar os sapatos do pastores para ganhar um dinheiro: “Depois virei o cara que intermediava os moleques de rua e os pregadores. Engraxava o sapato deles, comia os restos de comida deles. Cruzei por um ano ou dois com eles ali e fui muito bem tratado. Tenho muita gratidão”, revela. Sua vida só mudou quando sua mãe soube da sua situação e mandou uma passagem para que o mesmo fosse aos Estados Unidos, onde, ao pedir conselho para Edir, foi orientado a aceitar o convite.

Latino falou sobre seu passado (Foto: Reprodução)

Acompanhe todas as novidades dos famosos e da TV, em nosso canal no YouTube!

Você também pode gostar