Emissoras, Noticia, SBT

Ex-SBT, jornalista Hermano Henning processa a emissora e pede cerca de R$ 20 milhões de indenização

Atual contratado da Rede Brasil de Televisão para comandar um novo telejornal na faixa das 19h, a partir do dia 01 de julho, o jornalista Hermano Henning resolveu processar o SBT, antiga emissora na qual trabalhou por durante 23 anos, alegando falta de reconhecimento do vínculo trabalhista, férias, 13º, depósito de FGTS, multa de 40% em razão da dispensa, além de dano salarial e indenização por dano moral.

A ação, no entanto, foi movida na 2ª Vara do Trabalho de Osasco (SP), onde o mesmo chegou a requerer o valor de aproximadamente R$ 20 milhões como indenização, segundo informações obtidas pelo site UOL. Em contato com o advogado do jornalista, o doutor André Fróes de Aguilar, o mesmo negou a informação. “Esse valor não está definido, não tem uma decisão judicial. São vários cenários dentro desse processo”, disse.

Vale ainda ressaltar que o recurso foi iniciado no ano passado, com direito a duas audiências envolvendo o profissional e sua antiga emissora. De acordo com informações, o SBT teve a seu favor a jornalista Karyn Bravo, que compareceu ao tribunal no último mês de abril. Já em setembro, Hermano é quem levará três testemunhas para depor a seu favor.

Veja também:

Procurados pelo UOL, os advogados do canal da Anhanguera afirmaram que o ex-apresentador do extinto Jornal do SBT trabalhava como pessoa jurídica, e que, por esse motivo, não possuía nenhum tipo de vínculo empregatício. O SBT, através de sua assessoria, informou a mesma publicação que “não se manifestará até que saia uma decisão da Justiça do Trabalho”. Por outro lado, Hermano Henning também fez questão de não comentar acerca do assunto. “A questão do SBT, eu quero esquecer. Da minha parte, já me desliguei”, falou.

Hermano Henning pode ser o novo contratado da Rede Brasil (Foto: Reprodução)

Hermano Henning processou o SBT (Foto: Reprodução)

Você também pode gostar