Emissoras

Ex-repórter do Gugu vira vendedora de roupas após ficar desempregada

Quem lê o título logo se lembra do rosto dela. Silvana Kieling era marca registrada quando se tratava de reportagens jornalísticas para o “Domingo Legal” na época do Gugu Liberato. Com o fim do programa, ela seguiu na casa por um tempo. Entretanto, com a chegada de Luiz Bacci para a Band, seu sensacionalismo como marca forte logo foi ligada a jornalista que fez passagem na emissora, indo embora junto ao apresentador, que deu fim ao seu programa de maneira polêmica.

Na profissão desde 1977, em entrevista ao “UOL”, Silvana revelou o tal “plano B” que a motivou embarcar na nova carreira. Desempregada, ela recorreu a investir na moda fitness, e trabalha vendendo roupas para o público esportista, garantindo assim o “pão de cada dia”. No depoimento ela revelou que gostaria de voltar a trabalhar com o apresentador que atualmente está na Record. Sua passagem pela Band foi classificada pela própria como “bizarra”.

Veja também:

Precisava ter um plano B na vida. Eu me vi desempregada, tinha que pagar as contas, não tinha outra renda e sempre fui ligada em fitness, malho todos os dias dias. Peguei minha grana e investi […] Estou na minha loja, mas adoraria voltar para o Gugu, porque eles vão voltar agora. Falei com um diretor que trabalhou com a gente está hoje com o Gugu, mas ele falou que a Record está usando o pessoal do jornalismo de lá. Meu sonho é voltar a trabalhar com o Gugu. É um carma. Vou morrer sendo repórter do Gugu“, disse a eterna repórter do “Domingo Legal”.

(Imagem: Divulgação)

Ela é a prova de que nem tudo é eterno. (Imagem: Divulgação)

Curtidas

Você também pode gostar